19:28 22 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Decolagem do caça MiG-31 durante manobras

    Acompanhe combate entre 2 caças russos a velocidades supersônicas

    © Sputnik / Vitaliy Ankov
    Defesa
    URL curta
    135011
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa russo publicou um vídeo de combate entre dois caças MiG-31 sobre vulcões de Kamchatka, onde as aeronaves atingiram velocidade superior a 2.200 km/h.

    Um dos caças estava simulando função de agressor e violador da fronteira aérea da Rússia a uma altitude de 20 quilômetros. De acordo com o cenário do treinamento, sua tripulação deveria penetrar a uma máxima velocidade no espaço aéreo da Rússia, passar pela linha estabelecida e evitar uma possível perseguição.

    Para interceptar o "agressor", da base aérea de Yelizovo, Kamchatka, decolou outro MiG-31. Complicando ainda mais a tarefa, o piloto "protetor" foi ordenado a detectar e eliminar agressor de forma independente, sem ajuda dos sistemas de defesa aérea terrestres.

    Para interceptar o alvo nas melhores condições possíveis, a tripulação do caça a uma velocidade supersônica de mais de 2.200 km/h entrou nas camadas inferiores da estratosfera a mais de 14 quilômetros de altitude e atacou seu inimigo com míssil.

    Apesar de o infrator ter executado manobra para desviar o ataque, a meta foi cumprida com êxito a uma distância de mais de 100 km.

    Segundo explicou o Ministério da Defesa russo no Facebook, o lançamento de míssil foi realizado por meio eletrônico. 

    Mais:

    Novo MiG-41 russo será capaz de 'caçar' mísseis hipersônicos
    Caças MiG-31 mostram suas capacidades durante 'combate' sobre Kamchatka (VÍDEO)
    Tags:
    caça, treinamento, MiG-31, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar