01:21 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    5141
    Nos siga no

    As Forças Armadas do Reino Unido estão atrasadas em relação ao exército russo. Foi isso que afirmou o chefe do Estado-Maior britânico, Nick Carter, nesta segunda-feira (22), noticia o The Telegraph.

    Caças Eurofighter Typhoon da Força Aérea britânica
    © Foto / Ministério da Defesa do Reino Unido/ Jack Pritchard
    O general assinalou a séria ameaça proveniente dos mísseis de cruzeiro russos, que têm sido utilizados na Síria. Londres não possui defesa contra estas armas.

    Carter reconhece que, lamentavelmente, os gastos com os projetos de defesa diminuíram, e acredita que nos últimos anos a Rússia tenha conseguido demonstrar um alto nível de capacidade de combate, algo a que o Reino Unido dificilmente consegue corresponder. 

    Além disso, a edição comunica, citando suas fontes, que os militares de alto escalão britânicos estão preocupados com o domínio russo nas áreas de artilharia, guerra radioeletrónica, bem como nas tecnologias informáticas.

    Quanto aos EUA, o Pentágono qualificou, em sua nova estratégia, a concorrência com a Rússia e a China como as suas prioridades e exigiu alocar meios adicionais para o confronto estratégico com estes países. O Departamento de Defesa norte-americano acredita que Moscou e Pequim representam um perigo para segurança e prosperidade dos EUA.

    Mais:

    Nomeação de ministra da Solidão no Reino Unido gera onda de sarcasmo nas redes
    Novela sem fim: Reino Unido recusa pedido do Equador sobre Julian Assange
    Banco central do Reino Unido estuda criar sua própria criptomoeda
    Tags:
    supremacia, Rússia, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar