05:38 22 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Exercícios táticos conjuntos das forças especiais da Guarda Nacional da Rússia e da Polícia Armada do Povo da China (PAP) “Cooperação-2016”

    Soldados da Rússia e China treinam utilizando equipamento chinês (VÍDEO)

    © Sputnik / Mikhail Voskresenskiy
    Defesa
    URL curta
    5181

    Unidades especiais russas e chinesas realizaram manobras antiterroristas na China para testar o equipamento atribuído à Polícia armada do povo chinês.

    As manobras antiterroristas das unidades especiais da Guarda Nacional russa e da Polícia armada do povo chinês Cooperação 2017, iniciadas em 2 de dezembro, finalizaram na quarta (13) na região autônoma de Ningxia, na China.

    "O objetivo principal era a segurança. Estes são treinamentos e exercícios internacionais. Era importante que tudo decorresse sem feridos. Tínhamos preparado os exercícios em conjunto com os chineses. A parte chinesa nos abasteceu com todo o equipamento. Estas são as suas armas, que eles utilizam diariamente durante os treinamentos e durante as missões de patrulhamento de combate. A particularidade destas armas é que elas são de dimensões menores", contou à Sputnik China o representante da Guarda Nacional russa.

    Os militares efetuaram um assalto aerotransportado a partir de helicópteros, um assalto a um prédio de grande altura, missões de busca e neutralização de criminosos armados escondidos em um bloco de prédios de habitação, a libertação de reféns mantidos em um veículo, tiro com diferentes tipos de armas e a partir de diferentes veículos de combate, bem como mostraram a sua capacidade de combate corpo-a-corpo.

    A particularidade dos exercícios é que todos os participantes utilizaram durante as manobras veículos e meios de comunicação da Polícia armada chinesa, comunicou o porta-voz da Guarda Nacional da Rússia.

    Mais:

    Opinião: em caso de guerra, China combaterá do lado da Rússia
    Rússia e China desafiam o domínio dos EUA nos mares em exercícios navais no Báltico
    Tags:
    equipamento militar, armas, combate, capacidade, libertação, assalto, treinamento, manobras, Guarda Nacional, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik