13:48 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Caça norte-americano da quinta geração F-35

    Pentágono planeja equipar seus caças com laser potente

    © AP Photo / Ross D. Franklin
    Defesa
    URL curta
    632
    Nos siga no

    A empresa tecnológica militar norte-americana Lockheed Martin, anunciou que firmou o novo contrato com o Laboratório de Pesquisas da Força Aérea dos Estados Unidos para desenvolver um laser de alta potência para seus aviões de combate.

    O contrato no valor de 26,3 milhões de dólares (R$ 86 milhões), prevê que o laser fará parte das armas dos caças norte-americanos a partir de 2021. O projeto será realizado no âmbito do programa militar norte-americano de desenvolvimento de armas laser defensivas para seus caças, conhecido como SHiELD.

    Os planos dos EUA de desenvolver um laser potente que possa ser equipado em um caça, não são novos. No início de 2017, o Pentágono anunciou que realizou com êxito as provas finais da inovadora arma laser. Essa arma foi o resultado de mais um contrato com Lockheed Martin. Entretanto, aquele laser alcançou apenas 60 kW de potência. Agora, o objetivo é fazê-lo mais potente e compacto.

    "Conseguir criar um laser tão pequeno que coubesse em uma caça, é uma tarefa completamente nova […] O desenvolvimento de laser de alta intensidade […] mostra que a tecnologia que torna possível a criação desse tipo de arma laser, é uma realidade", disse Rob Afzal da Lockheed Martin.

    No entanto, os EUA não é o único país que está desenvolvendo esse tipo de arma. A Rússia está testando as armas laser desde 2009, intensificando consideravelmente o processo a partir de 2017, e não apenas para os aviões.

    No outono de 2016, a China também equipou um caminhão militar convencional com um canhão laser de 30 kW, suficiente para destruir aviões e helicópteros.

    Mais:

    Caça participante da parada no Dia Nacional da Espanha cai na base de Los Llanos
    Isto é o que acontece quando você instala um motor de caça em um carro supersônico
    Tags:
    aviação, caça, armas laser, Lockheed Martin, Pentágono, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar