11:11 26 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2180
    Nos siga no

    Há 69 anos, em outubro de 1948, foi criada na URSS a Aviação do Exército. Esta unidade da atual Força Aeroespacial é integrada por helicópteros e aviões de transporte, em sua maioria de fabricação soviética. Não obstante, nos últimos anos, as empresas russas têm intensificado a produção de aeronaves modernizadas.

    Nos anos 50, a União Soviética, tal como os EUA, tornou-se um dos líderes da indústria de helicópteros. Nas primeiras décadas do pós-guerra, essas aeronaves eram utilizadas apenas em missões de apoio, de transporte, de comunicação e de inteligência.

    Não obstante, na década de 60, Washington e Moscou começaram a buscar formas de uso militar de helicópteros. Em 1971, o helicóptero de ataque Mi-24 entrou em serviço das Forças Armadas soviéticas. Com a chegada do Mi-24, a aviação auxiliar passou a chamar-se Aviação do Exército.

    A Aviação do Exército foi utilizada em quase todos os conflitos de que a URSS (e depois, a Rússia) participou. Foi usado pela primeira vez durante a Guerra do Afeganistão (1979-1989). Apesar de a URSS ter perdido até 332 helicópteros neste conflito, estas máquinas mostraram um resultado muito eficaz.

    Os helicópteros Mi-6, Mi-8, Mi-10 e Mi-24 realizavam uma ampla gama de missões de combate, desde missões de inteligência, até bombardeios das posições dos terroristas. Por sua parte, o Mi-24 se tornou o helicóptero de assalto mais produzido do mundo.

    A frota de helicópteros russa também participou das guerras da Chechênia nos anos de 1994-1996 e 1999-2001 e das atuais operações de combate ao terrorismo da Força Aeroespacial da Rússia na Síria.

    Combates na Chechênia, abril de 2000
    © Sputnik / Vladimir Viatkin
    Combates na Chechênia, abril de 2000

    Os helicópteros Ka-52 e Mi-28N realizam operações de busca e resgate na Síria, assim como escoltam as unidades da aviação e garantem a segurança da base militar russa de Hmeymim.

    Além disso, a Rússia utiliza os Mi-24PM Lan, capazes de realizar missões noturnas, assim como os Mi-24PN, Mi-35M e Mi-28N, equipados com os sistemas de mísseis antitanque Shturm-V, Ataka-V e Ataka-VN. Quanto ao Ka-52, estes contam com sistemas de mísseis Shturm-VU.

    Durante a operação na Síria, a Força Aeroespacial russa perdeu dois helicópteros Mi-8, um Mi-35 e um Mi-28.

    Helicópteros Mi-24VM
    © Sputnik / Igor Zarembo
    Helicópteros Mi-24VM

    No período entre 1997 e 2016, a frota de helicópteros russos diminuiu em um terço devido à remoção de serviço dos helicópteros Mi-24 e An-1. Atualmente, a frota de helicópteros do país conta com 340 aparelhos de assalto e 374 de transporte. Os lendários Mi-24 são apresentados em sua versão modernizada Mi-24VM.

    Segundo declarou o fundador do portal Military Russia, Dmitry Kornev, os helicópteros fazem parte integrante das operações terrestres desde a época da guerra do Vietnã.

    "Os helicópteros estarão em serviço enquanto as tropas precisarem de apoio aéreo", explicou em declarações para o canal RT. Segundo ele, a frota de helicópteros continuará realizando operações de transporte, de ataque, bem como de busca e resgate.

    Kornev adicionou que as empresas aeronáuticas Kamov e Mil estão trabalhando para criar um protótipo de helicóptero com maior velocidade horizontal.

    "A Mil está desenvolvendo o helicóptero X-1, usando o Mi-24 como base. O projeto da Kamov é chamado Ka-92", afirmou. Acrescentou, não obstante, que muito pouco se sabe sobre os novos protótipos de fabricação russa.

    Ka-92, protótipo da empresa Kamov
    © Sputnik / Mikhail Kutuzov
    Ka-92, protótipo da empresa Kamov

    Por sua parte, a empresa norte-americana Sikorsky apresentou o modelo S-97 Raider, capaz de atingir uma velocidade horizontal de até 444 quilômetros por hora. Kornev explicou que o aumento da velocidade é obtido através da instalação de hélices adicionais. Detalhou que os construtores também pretendem melhorar as características de voo, bem como modernizar o equipamento de bordo e o armamento do helicóptero.

    Mais:

    Moscou planeja modernizar helicópteros do México
    Rússia fornecerá ao Egito equipamentos para os Mistral e helicópteros Ka-52K
    Exército russo recebe lote de novíssimos helicópteros 'exterminadores'
    Tags:
    helicópteros, Ka-52, Mi-8, Força Aeroespacial da Rússia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar