11:39 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Helicóptero russo de transporte Mi-17.

    Moscou planeja modernizar helicópteros do México

    © Sputnik / Mikhail Syritsa
    Defesa
    URL curta
    260

    A Rússia e o México planejam assinar novos contratos de modernização dos helicópteros Mi-17 e Mi-17-1V, informou no domingo (22) a assessoria de imprensa da holding Vertolyoty Rossii (Helicópteros da Rússia).

    A Vertolyoty Rossii realizou as últimas grandes reparações dos 19 helicópteros Mi-17 e Mi-17-1V da Força Aérea do México entre 2014 e 2015. De acordo com o contrato, na Fábrica de Reparação de Aeronaves de Novosibirsk foi realizada a reparação total da célula e de todos os sistemas dos aviões mexicanos, incluindo motores, redutor principal e motor auxiliar. Foram substituídos todos as partes e componentes que tinham atingido o fim da sua vida útil e que foram consideradas irreparáveis. Foram também substituídas as pás dos rotores principais e de cauda.

    "Devido ao vencimento do período de garantia, informamos a parte mexicana sobre nossas propostas de assistência técnica ao funcionamento desses aparelhos. Atualmente a holding está aguardando a resposta do Ministério da Defesa do México", disse o diretor-geral da Vertolyoty Rossii, Andrei Boginsky.

    Segundo ele, essas questões serão discutidas na segunda-feira (23) durante uma reunião entre o ministro da Indústria e Comércio russo, Denis Manturov, e o Secretário da Defesa Nacional do México, general Salvador Cienfuegos Zepeda.

    A holding Vertolyoty Rossii é um dos maiores produtores de helicópteros no mundo. Ela passou a englobar todos os gabinetes de projetos e fábricas russas deste setor, possuindo representações e filiais em todo o mundo.

    Mais:

    Autoridades confirmam pelo menos 105 mortes por terremoto no México
    Brasil e México: uma queda de braço que pode ter dois perdedores
    Tags:
    cooperação comercial, defesa aérea, Mi-17, Helicópteros da Rússia, México, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik