22:01 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    17746
    Nos siga no

    A cidade fantasma teve vários nomes e era para antiga União Soviética um das posições-chave durante a Guerra Fria: Gudym está localizada a apenas 200 km do território dos Estados Unidos.

    Era nessa zona que as armas nucleares soviéticas se encontravam e, se União Soviética tivesse recebido ameaça direta, seus mísseis lançados a partir de Gudym podiam destruir a metade do continente norte-americano.

    Uma das ruas de Gudym
    © Foto / zhzhitel
    Uma das ruas de Gudym

    Gudym não era tão diferente das outras cidades da época: contava com casas residenciais, escola e centro comercial.

    Um dos blogueiros russos teve oportunidade de conhecer este lugar por fora e por dentro. As imagens deste lugar abandonado assustam até corajosos. Imagine-se caminhando por uma cidade deserta e com prédios destruídos.

    Centro comercial abandonado
    © Foto / zhzhitel
    Centro comercial abandonado

    Mas a parte mais temível da cidade fica debaixo da terra: conhecida como Anadyr-1 — minas profundas, onde eram armazenados mísseis e combustíveis. Atualmente, tudo está completamente abandonado e meio destruído.

    Dentro de uma base subterrânea
    © Foto / zhzhitel
    Dentro de uma base subterrânea

    Gudym era uma das 15 cidades secretas da União Soviética, que não apareciam nos mapas. Foi construída em 1958 e desde 1961 abrigou um total de 5.000 pessoas, em sua maioria militares e familiares. As condições de vida eram bastante boas para aquele tempo e as pessoas podiam ter até cotidiano normal como em qualquer outro lugar.

    Arsenal que ficou nos armazéns depois do abandono da cidade
    © Foto / zhzhitel
    Arsenal que ficou nos armazéns depois do abandono da cidade

    A base de Gudym contava com três complexos de mísseis RSD-10 Pioner. Em caso de guerra nuclear, os mísseis podiam ser lançados contra os estados do Alasca, Washington, Califórnia e Dakota do Sul.

    Dentro de um dos centros operacionais
    © Foto / zhzhitel
    Dentro de um dos centros operacionais

    As armas nucleares foram retiradas de lá em 1986, mas mesmo assim as bases militares continuaram funcionando. Em 2002, a zona foi completamente abandonada.

    Mais:

    'Sim, existe': EUA desclassificam base aérea secreta no Oriente Médio
    Base secreta dos EUA escondida debaixo do gelo ártico pode sair à superfície
    Tags:
    base secreta, Força Estratégica de Mísseis, União Soviética
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar