22:43 11 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    A fragata Almirante Essen (arquivo)

    Fragata Admiral Essen parte para Sevastopol após completar missões no Mediterrâneo

    © Sputnik / Igor Zarembo
    Defesa
    URL curta
    0 41
    Nos siga no

    A fragata russa da Frota do Mar Negro deu início à viagem para sua base permanente em Sevastopol depois de ter completado missões no mar Mediterrâneo, declarou o chefe do departamento de informações da Frota do Mar Negro do Distrito Militar do Sul e capitão do navio Vyacheslav Trukhachov.

    "A fragata moderna da Frota do Mar Negro, o Admiral Essen, iniciou viagem ao porto permanente em Sevastopol depois de completar missões com o grupo permanente da Marinha russa no mar Mediterrâneo, onde o navio estava desde 11 de julho deste ano", disse o marinheiro.

    De acordo com informações oficiais, a fragata foi substituída pelo navio patrulheiro da Frota do Mar Negro Pytlivy.

    O Admiral Essen é a segunda fragata do projeto 1135.6 e o primeiro navio em série deste projeto.

    Navio russo Aleksandr Otrakovsky (foto de arquivo)
    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    A fragata recebeu seu nome em homenagem ao almirante da Frota Imperial da Rússia, Nikolai von Essen, e foi entregue à Marinha russa no dia 7 de junho de 2016.

    O navio possui mísseis de cruzeiro Kalibr-NK, complexo de mísseis de defesa Shtil-1, artilharia A-190 de calibre 100, artilharia antiaérea e torpedos. Além disso, este navio militar potente é capaz de transportar um helicóptero embarcado Ka-27 ou Ka-31.

    A missão do Admiral Essen era atacar as posições do Daesh no território sírio, em especial na região de Deir ez-Zor e Ash Sholah.

    Mais:

    Putin aloca quase US$14 mi para construção de estradas até Sevastopol
    Para que EUA divulgaram dados sobre Marinha soviética? Especialista explica
    Primeiro navio da Marinha russa passa por debaixo da ponte da Crimeia
    Tags:
    frota, fragata, artilharia, helicóptero, Marinha, Trukhachev, Mar Mediterrâneo, Mar Negro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar