23:16 18 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Robô de combate Uran-9

    Tecnologias do futuro: EUA se assustam com robôs militares russos

    © Foto: Rosoboronexport
    Defesa
    URL curta
    544679420

    Analistas norte-americanos têm assinalado o desenvolvimento rápido da tecnologia de robôs no exército russo, informa o Rossiyskaya Gazeta, citando o The National Interest.

    O Exterminador do Futuro: A Salvação
    © Foto: Sony Pictures Releasing CIS
    O autor do artigo publicado no The National Interest lembra que os sistemas robotizados Uran-6 têm sido utilizados na Síria nos últimos anos. Os sistemas são de fato tanques não tripulados desativadores de minas, que funcionam por controle remoto. Os militares russos podem utilizar um dos 5 dispositivos disponíveis no arsenal do sistema. E apesar do fato de que a tecnologia não é única, a sua aplicação e desenvolvimento "ilustra como os militares russos estão rapidamente alcançando [os países ocidentais], adotando os sistemas robotizados por toda a parte". 

    "O Uran-6 é a arma do futuro. Os russos estão desenvolvendo sistemas ainda mais robotizados, incluindo um veículo blindado não tripulado", informa o The National Interest

    Sapador russo ao lado de um sistema robótico Uran-6 (foto de arquivo)
    © Sputnik/ Sergei Pivovarov
    Sapador russo ao lado de um sistema robótico Uran-6 (foto de arquivo)

    De acordo com o analista do Centro de Análise Naval, Samuel Bennett, é muito provável que o Uran-6 seja o aparelho de teste para outros modelos de veículos não tripulados. De acordo com os russos, um aparelho não tripulado ainda maior, o Uran-9, pode cumprir várias missões de campo.

    O Rossiyskaya Gazeta acrescenta que o Uran-9 foi inicialmente desenvolvido como robô de reconhecimento, arma antitanque e veículo móvel de apoio de fogo. O sistema pode atingir um alvo a uma distância de até 5 quilômetros durante o dia e de até 3 quilômetros à noite. 

    ​O Uran-9 é dotado de um canhão automático de 30 mm e de uma metralhadora de 7,62 mm conectada com o canhão, lança-chamas reativos Shmel-M e quatro mísseis antitanque Ataka. Agora o Ministério da Defesa da Rússia está comparando os resultados dos testes dos novos robôs Nerekhta, Soratnik e Uran-9 para decidir qual deles vai entrar no serviço.

    Mais:

    Exército russo receberá em breve novíssimo robô Soratnik
    Exterminador do Futuro? Robô-humanoide russo atira com as duas mãos
    Tags:
    tecnologias, capacidade militar, defesa, robô de combate, exército, armas, The National Interest, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik