17:50 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0240
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa russo fechou contrato com a TSNII Burevestnik quanto ao fornecimento de obuseiros autopropulsados de última geração Koalitsiya-SV.

    A entrega está prevista para ser iniciada em 2020. 

    O obuseiro Koalitsiya de 152 mm é projetado para eliminar armas nucleares táticas, tanques e outros veículos blindados, bem como equipamentos de defesa antiaérea e antimíssil, postos de comando e logísticos do inimigo. 

    Seu disparo é completamente automatizado. Além disso, ele conta com um sistema pneumático de carregamento de munições que o permite atingir velocidade de disparo extraordinária de até 16 disparos por minuto. 

    Outro fato interessante sobre este obuseiro: lançamento de projéteis em regime de "Chuva de balas", ou seja, cada projétil segue sua trajetória, mas no fim das contas eliminam os alvos ao mesmo tempo. 

    O veículo de artilharia autopropulsada Koalitsiya-SV desfila pela Praça Vermelha durante a Parada da Vitória de 9 de maio de 2017 em Moscou
    © Sputnik / Aleksandr Vilf
    O veículo de artilharia autopropulsada Koalitsiya-SV desfila pela Praça Vermelha durante a Parada da Vitória de 9 de maio de 2017 em Moscou

    O Koalitsiya dispara projéteis simples e guiados pelo GLONASS, capazes de detonação à distância. 

    Seu alcance de disparo bate recordes entre as armas deste tipo – de até 70 quilômetros. Está sendo desenvolvido um modelo do Koalitsiya em chassi de rodas. 

    Mais:

    Rússia mostra seu 'assassino de artilharia' no salão MAKS 2017
    'Rússia produz novos armamentos, enquanto EUA continuam usando obuseiros da década de 60'
    Tags:
    Rússia, Ministério da Defesa, obuseiro, arma, capacidade militar, munição, míssil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar