00:27 25 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Caças F-16, foto de arquivo

    EUA enviarão 12 caças F-16 à Coreia do Sul

    © AP Photo / Alik Keplicz
    Defesa
    URL curta
    2876

    A Força Aérea dos EUA anunciou que enviará 12 caças F-16 Fighting Falcon para uma base aérea situada a cerca de 180 quilômetros de Seul no âmbito do seu "empenho permanente na estabilidade e segurança regional".

    "Cerca de 200 pilotos e 12 aviões F-16 Fighting Falcon da esquadrilha 176 da Guarda Nacional Aérea do Wisconsin estão preparando para se mudarem para a base aérea de Kunsan, República da Coreia, por quatro meses em sistema de rotação", lê-se no comunicado da Força Aérea norte-americana.

    Os pilotos e os aviões chegarão a Kunsan em agosto e vão treinar no Pacífico. Segundo o comunicado, os EUA realizarão avaliações e transferências de rotina das forças para assegurar a existência das capacidades necessárias para cumprir suas obrigações nas regiões do Índico e da Ásia-Pacífico.

    "Estes posicionamentos mostram o empenho constante dos EUA no cumprimento das responsabilidades de segurança em todo o Pacífico Ocidental e da manutenção de paz na região", explica a nota de imprensa.

    As tensões se agravaram na Península da Coreia após o anúncio de Pyongyang em 28 de julho sobre o lançamento bem-sucedido de um míssil balístico intercontinental, o segundo neste mês.

    De acordo com o comunicado oficial, o míssil voou cerca de 998 quilômetros, atingindo uma altitude de quase 3.725 quilômetros, e caiu no mar do Japão (também conhecido como mar do Leste) cerca de 47 minutos após o lançamento.

    Segundo os especialistas norte-americanos, disparado a partir de um ângulo normal, o míssil poderá ameaçar cidades norte-americanas como Los Angeles, Denver e Chicago.

    Entretanto, o Ministério da Defesa russo indicou que o míssil balístico testado pela Coreia do Norte é de alcance intermediário e não intercontinental, tal como era o de 4 de julho.

    Mais:

    F-16 dos EUA caiu perto de Washington
    Bahrein compra caças F-16 norte-americanos por 5 bilhões de dólares
    Criador do F-16: caça F-35 teria sido detectado mesmo na Segunda Guerra Mundial
    Um caça F-16 cai em base aérea visitada por Obama nos EUA
    Tags:
    defesa, míssil balístico intercontinental, caças, segurança, F-16 Fighting Falcon, Força Aérea dos EUA, Ásia-Pacífico, Coreia do Sul, Coreia do Norte, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik