01:04 26 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    17240
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa russo aceitou a proposta de ativistas e veteranos da Crimeia de dar o nome da cidade de Sevastopol a um navio de guerra russo. Foi decidido atribuir este nome ao futuro porta-helicópteros da Marinha russa tendo em conta as importantes vitórias navais que tiveram lugar nesta cidade.

    O futuro "cartão de visita" da Marinha russa, seu novo porta-helicópteros, o primeiro da sua classe, se chamará Sevastopol, afirmou à Sputnik Dmitry Belik, deputado da câmara baixa do parlamento russo.

    "Para os habitantes de Sevastopol, considerada a fortaleza meridional da Rússia, este é um passo marcante e um ato de homenagem aos residentes da cidade", realçou o político.

    Dmitry Belik, que representa Sevastopol na Duma de Estado russa, contou que, com o auge da construção naval na Rússia, os habitantes da cidade (que inclusive no seu hino histórico, escrito em 1954, é chamada de "orgulho dos marinheiros russos") estavam esperando o dia em que um potente navio de guerra comemorasse sua célebre história naval.

    "Dirigimo-nos aos altos oficiais do Ministério da Defesa russo e já recebemos a resposta, que muito nos emocionou: 'Sua solicitação quanto à atribuição do nome de Sevastopol a um dos navios em construção da Marinha foi examinada. Com o fim de preservar a memória da cidade-herói de Sevastopol e de suas tradições heroicas, planeja-se que o nome de Sevastopol seja atribuído ao principal navio de desembarque do novo projeto que entrará em serviço a partir de 2022", contou Belik à Sputnik.

    Após o fracasso do contrato de compra de porta-helicópteros da classe Mistral devido à recusa por parte da França, a Marinha russa optou por um projeto próprio de navios deste tipo.

    Tomando em conta a experiência dos estaleiros russos em construir os componentes para os Mistral franceses, inclusive toda a documentação, a Oficina de Desenho Nevsky e o Centro de Investigações Krylov elaboraram os projetos do porta-helicópteros de desembarque, incorporando as exigências da Marinha russa a as tendências mundiais na construção naval.

    Mais:

    Navios da Marinha russa destroem alvo convencional no mar Cáspio
    Marinha russa desenvolve produção de motores para fragatas para substituir os ucranianos
    Navio de escolta Smetlivy termina missão no Mediterrâneo e volta a Sevastopol
    Tags:
    navio, porta-helicópteros, Marinha da Rússia, Ministério da Defesa (Rússia), Sevastopol, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar