11:10 21 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Caça russo MiG-31 Foxhound (foto de arquivo)

    Combate na estratosfera: MiG-31 russos destroem míssil hipersônico

    © Sputnik/ Vitaly Ankov
    Defesa
    URL curta
    132483250

    A tripulação dos aviões MiG-31 da Frota russa do Pacífico levou a cabo exercícios de voo tático para interceptar um míssil de cruzeiro hipersônico nas camadas estratosféricas da Terra.

    O combate teve lugar sobre a península de Kamchantka, no Extremo Oriente russo.

    O míssil sobrevoou a zona a uma altitude de mais de 12 mil metros e a uma velocidade três vezes superior à do som. O projétil foi lançado a partir de um "meio naval", disse o capitão Vladimir Matveev, da assessoria de imprensa da frota, sem especificar se se tratou de um navio ou submarino.

    "O míssil de cruzeiro foi lançado no mar de Okhotsk a partir de um meio naval. A unidade de caças do aeroporto de Yelizovo destruiu o alvo com mísseis ar-ar", disse Matveev à emissora Zvezda.

    O ataque foi realizado na véspera do Dia da Aviação Naval, que se se celebra na Rússia em 17 de julho desde 1996.

    No dia 17 de julho de 1916, durante a Primeira Guerra Mundial, teve lugar a primeira vitória dos pilotos russos em um combate aéreo. Naquele dia, quatro hidroaviões M-9 do porta-aviões Orlitsa enfrentaram quatro aeronaves alemãs sobre o mar Báltico.

    A vitória nesse combate aéreo marcou o início da história da aviação naval russa.

    Mais:

    Monstro dos mares: novo porta-aviões russo está quase pronto
    Especialista: aviões de reconhecimento da OTAN buscam 'pontos fracos' na defesa russa
    Força Aeroespacial russa levantou voo 6 vezes para interceptar aviões estrangeiros
    Tags:
    destruição, míssil hipersônico, exercícios aéreos, MiG-31, Mar de Okhotsk, Extremo Oriente, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik