09:12 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Caças Su-27 da Força Aérea russa

    Caças russos interceptaram 14 aeronaves de reconhecimento em uma semana

    © Sputnik/ Anton Denisov
    Defesa
    URL curta
    52384112

    Os caças da Força de Defesa Aeroespacial da Rússia interceptaram 14 aeronaves espiãs estrangeiras nas proximidades das fronteiras nacionais russas em uma semana, informou nesta quinta-feira um jornal vinculado ao Ministério da Defesa da Rússia.

    Os caças MiG-31 e Su-27 da Rússia foram acionados em resposta a 23 casos de violação de fronteira, a maioria destes por aviões dos EUA, informou o jornal Krasnaya Zvezda (Estrela Vermelha).

    A publicação estimou que aeronaves RC-135 dos EUA e drones Global Hawk estiveram envolvidos em dez missões de reconhecimento. Outras quatro foram conduzidos por aeronaves P-3 Orion norueguesas e mais três pelos aviões Gulfstream, da inteligência da Força Aérea sueca.

    Aeronaves das forças aéreas britânica e francesa foram detectados em duas ocasiões pelas agências russas de defesa aérea. As aeronaves portuguesas e japonesas também fizeram aparições nas proximidades das fronteiras da Rússia.

    O número de incidentes aéreos envolvendo aviões russos e da OTAN aumentou nos últimos anos depois que a aliança, liderada pelos EUA, aumentou sua presença na fronteira ocidental da Rússia em 2014.

    Um interlocutor da Sputnik informou nesta quarta-feira que um caça F-16 da OTAN tentou se aproximar do avião do ministro da Defesa russa, Sergei Shoigu, sobre as águas neutras do Báltico, quando este se dirigia para o enclave russo de Kaliningrado, mas o avião foi afastado por um caça russo.

    Mais:

    Caças da OTAN voltam a se aproximar de avião do ministro da Defesa russo
    Rússia moderniza seu parque de aviões e desenvolve novos caças-interceptores
    Caças MiG-35 e aviões anfíbios russos despertam grande interesse na América Latina
    Caças russos Su-24 voam ao redor de fragata holandesa (VÍDEO)
    Tags:
    caças russos, caças, interceptação, Su-27, MiG-31, Força de Defesa Aeroespacial, Sergei Shoigu, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik