02:46 13 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    K-535 de classe Borei submarino de mísseis balísticos Yuri Dolgorukiy no mar.

    Os 5 submarinos mais perigosos para os adversários da Rússia (FOTOS)

    © Foto / Serviço de emprensa Sevmas
    Defesa
    URL curta
    5332
    Nos siga no

    A frota submarina da Rússia conta com navios incrivelmente poderosos. Conheça a lista dos cinco submarinos mais temidos pelos inimigos da Rússia, de acordo com a edição Zvezda.

    Classe Akula

    Os navios da classe Akula, Projeto 971, são submersíveis de ataque de propulsão nuclear, que foram criados como base das forças de dissuasão nuclear da URSS. Esses submarinos de terceira geração entraram em serviço pela primeira vez em 1984.

    Um dos maiores submarinos nucleares russos construídos ainda na época da União Soviética é o Typhoon (Akula), que continua a ser o maior do mundo com cerca de 25.000 toneladas métricas (27.500 toneladas). Visto de frente no Mar de Barents, Ártico russo, nesta fotografia de setembro de 2001
    © AP Photo / Dmitry Lovetsky
    Um dos maiores submarinos nucleares russos construídos ainda na época da União Soviética é o Typhoon (Akula), que continua a ser o maior do mundo com cerca de 25.000 toneladas métricas (27.500 toneladas). Visto de frente no Mar de Barents, Ártico russo, nesta fotografia de setembro de 2001

    Os Akula foram projetados para interceptar e destruir submarinos e navios de superfície inimigos. Ao mesmo tempo, o submarino é capaz de defender a frota de superfície russa de possíveis ataques. Uma das principais características destes submarinos são suas capacidades furtivas, nomeadamente o baixo nível de ruído produzido por eles.

    Paltus e Varshavyanka

    Os submersíveis do Projecto 877 Paltus e do Projeto 636 Varshavyanka ocupam o segundo e terceiro lugar na lista. O baixo nível de ruído destes submarinos é sua principal característica. Por essa razão, o Varshavyanka foi nomeado "Buraco Negro" da OTAN.

    Submarino a diesel da classe Varshavyanka nas celebrações do Dia da Marinha russa em Vladivostok
    © Sputnik / Vitaliy Ankov
    Submarino a diesel da classe Varshavyanka nas celebrações do Dia da Marinha russa em Vladivostok

    A ideia por trás desses submarinos era criar submersíveis otimizados para situações de combate. A tarefa foi cumprida com sucesso, já que os Paltus e os Varshavyanka são capazes de encontrar e destruir embarcações inimigas antes que elas possam perceber a sua presença.

    Além disso, esses dois submersíveis são muito populares em outros países. Eles se encontram em serviço nas Forças Armadas da Argélia, Vietnã, Índia e China.

    Borei

    Submarino nuclear da classe Borei (imagem referencial)
    Submarino nuclear da classe Borei Aleksandr Nevsky

    Os submarinos do Projeto 955 Borei são os primeiros totalmente projetados e construídos na Rússia pós-soviética.

    Estes navios medem 170 metros de comprimento, têm um deslocamento de 24.000 toneladas e podem levar até 16 mísseis balísticos intercontinentais Bulava, com umalcance de até 8.000 quilômetros.

    A velocidade em superfície e em imersão destes submarinos atinge os 15 e os 29 nós, respectivamente. Os navios, além disso, têm autonomia para ficar até 90 dias debaixo de água.

    Yasen

    Os navios de quarta geração do Projeto 885 Yasen são os submarinos nucleares multifuncionais mais moderno e mais caros da Rússia. O primeiro submarino desse tipo entrou em serviço em 2014.

    Os submarinos nucleares russos da classe Yasen são capazes de levar qualquer um dos mísseis de cruzeiro de baseamento naval atualmente existentes.

    Novo submarino nuclear russo - Kazan
    © Sputnik / Sergei Mamontov
    Novo submarino nuclear russo - Kazan

    Os Yasen são submarinos de quarta geração, com tecnologia de baixo nível de campo acústico, destinados à destruição de alvos terrestres, de superfície e submarinos.

    Estas naves têm um deslocamento de 13.800 toneladas, uma profundidade de imersão de 520 metros, uma tripulação de 64 homens, autonomia de 100 dias e uma velocidade de navegação na superfície de 31 nós, concluiu Zvezda.

    Mais:

    Putin: Rússia protegerá seu território dos submarinos norte-americanos no Ártico
    Rússia vs EUA: o que aconteceria se se enfrentassem os 2 melhores submarinos do mundo?
    Submarinos russos vão aumentar presença no Ártico
    Tags:
    submarinos, Kazan, Borei, Akula, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar