02:23 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Porta-aviões chinês Liaoning

    China está desenvolvendo um 'navio arsenal' capaz de transportar milhares de mísseis

    © AFP 2019 / STR / AFP
    Defesa
    URL curta
    9252
    Nos siga no

    A Marinha chinesa começou desenvolvendo um navio de guerra capaz de transportar centenas de lançadores de mísseis, escreve o especialista em defesa Kyle Mizokami para o site Popular Mechanics.

    Navios de guerra da Marinha Chinesa
    © AP Photo / Guang Niu, Pool
    Este tipo de navio permitirá a Pequim aumentar rapidamente o seu poder de fogo naval sem ter que investir em um grande número de porta-aviões, cruzadores e destróieres.

    Os EUA desenvolveram o conceito de "navio arsenal" na década de 90. Segundo os estrategistas navais, se trata de navios enormes, que tomam como modelo os superpetroleiros ou os porta-contentores, mas com uma tripulação mínima.

    Além disso, o "navio arsenal" estaria equipado com centenas —ou até milhares- de silos de lançamento verticais Mark 41, cada um armado com mísseis de cruzeiro terrestres Tomahawk, mísseis de defesa antiaérea SM 2 e um interceptor de mísseis balísticos SM 3.

    "Um único navio pode lançar centenas de mísseis de cruzeiro contra um alvo inimigo, levando a cabo uma destruição que antes apenas era possível a partir de porta-aviões", indica o autor.

    Hoje, Pequim está trabalhando em dois projetos: um "navio arsenal" convencional e uma versão submarina. Cada um terá um peso aproximado de 20.000 toneladas e portará mais de 300 sistemas de lançamento de mísseis, informa o Popular Science.

    De acordo com várias fontes, China vai testar um "navio arsenal" a partir de 2020.

    Não obstante, este tipo de navios é bastante unidimensional. Isto significa que não são capazes de realizar missões de combate à pirataria nem de guerra antissubmarina, nem de lutar por sua própria conta. Os "navios arsenal" são projetados para operar como parte de uma força naval maior. A missão dos navios e aviões desta força é fornecer informação e proteção contra ameaças.

    Mais:

    Opinião: Marinha dos EUA se arma contra Rússia e China
    China vai aumentar poderio da sua Marinha
    Marinha dos EUA recebeu o navio de guerra mais caro do mundo
    China alerta: navio de guerra dos EUA dever deixar as águas disputadas no Mar do Sul China
    Tags:
    destroier, navios de guerra, porta-aviões, Mark 41, Tomahawk, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar