14:07 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Helicópteros russos Ka-52 'Alligator' são usados contra o Daesh na Síria

    Helicópteros Ka-52 Alligator serão modernizados graças à experiência russa na Síria

    © Sputnik / Mikhail Voskresenskiy
    Defesa
    URL curta
    3150
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa russo está disposto a modernizar os helicópteros Ka-52 Alligator tomando em conta a experiência de combate na Síria, afirmou o vice-chefe da entidade, Yuri Borisov.

    "Após termos efetuado um trabalho prático na Síria, temos certas intenções, já discutimos com os engenheiros dos principais nós de combate as questões relacionadas com a modernização, visando aumentar a eficácia deste veículo", assegurou Borisov durante uma visita à usina Progress.

    De acordo com ele, o Ka-52 provou sua eficácia na Síria.

    "Foram efetuados os voos com o novo míssil guiado Vikhr, com bons resultados em termos de eficácia. Mas não há limites para a perfeição, por isso ainda temos planos no que se refere ao reforço do controlo de tiro. Foram estas questões que discutimos com os produtores e já traçamos os caminhos de solução", destacou o militar.

    Hoje em dia, os Ka-52 (na versão de um helicóptero de apoio de fogo) estão apenas em serviço da Força Aérea russa. De acordo com um contrato assinado em 2011 pela corporação Vertolyoty Rossii (Helicópteros da Rússia) e a Oboronprom, a Força Aérea russa receberá 140 veículos deste tipo até 2020.

    A necessidade de compras tão maciças do Alligator foi confirmada pelas ações em situação real de combate — como já comunicou a mídia, desde abril de 2016 os helicópteros Ka-52 têm sido usados para combater os terroristas na Síria.

    Mais:

    Fundindo F-22 e F-35: o que querem os EUA contrapor ao T-50 russo
    Protegerá qualquer avião: Rússia vende seus sistemas antimísseis President-S a três países
    Helicóptero norte-americano S-97 Raider passa pelos primeiros testes (VÍDEO)
    Tags:
    helicóptero, Ka-52, Vertolyoty Rossii (Helicópteros da Rússia), Força Aeroespacial da Rússia, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar