04:29 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    14210
    Nos siga no

    Os exercícios militares dos EUA e Ucrânia Sea Breeze 2017 serão realizados de acordo com novo regime free play (jogo livre) e dirigidos pelo quartel do Estado-Maior, estabelecido segundo os padrões da OTAN, informou a assessoria de imprensa do Comando da Marinha da Ucrânia na sexta-feira (28).

    "A peculiaridade principal das manobras ucraniano-americanas Sea Breeze 2017 trata-se da transformação da estrutura do Estado-Maior que, neste ano, será composta por dirigentes diretos dos treinos e uma sede separada do Comando da Marinha, estabelecido sob os padrões da OTAN", declarou o organizador-geral das manobras da Marinha ucraniana, Aleksei Neizhpapy.

    Além disso, ele destacou que "o método da realização dos treinamentos também será diferente — as manobras internacionais serão efetuadas no regime free play".

    De acordo com o chefe do grupo organizador, durante os exercícios militares Sea Breeze 2017, o Estado-Maior Internacional estará encarregado pelo planejamento e direção das forças, tomando decisões e dirigindo não só grupos táticos, mas também elementos da aviação e costeiros.

    No início deste ano, a Suprema Rada (parlamento da Ucrânia) aprovou a decisão do presidente do país, Pyotr Poroshenko, quanto à permissão da entrada de destacamentos de forças armadas de outros países no território da Ucrânia em 2017 para participação de treinamentos internacionais.

    Em particular, trata-se dos treinamentos americano-ucranianos Sea Breeze 2017 e Rapid Trident 2017 que devem ocorrer neste ano. Conforme o documento, os destacamentos militares dos EUA, países-membros da OTAN e outros Estados que participem do programa, que será realizado até dezembro de 2017, têm todo o direito de entrar em território ucraniano.

    Mais:

    Treinamentos militares internacionais Sea Breeze 2016 se iniciam perto da Rússia
    OTAN inicia manobras Sea Breeze 2016 no mar Negro
    Ucrânia define local de exercícios militares Sea Breeze 2016
    Senador russo: EUA deixaram claro que Ucrânia não entra em sua zona de interesses
    Tags:
    estrutura, exercícios militares, manobras, Sea Breeze, Forças Armadas da Ucrânia, Suprema Rada, Estado-Maior Conjunto, Pyotr Poroshenko, Ucrânia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar