03:40 21 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Caça Lockheed Martin F-35 da Força Aérea dos EUA

    Caças F-35 dos EUA chegam nesta terça-feira à Estônia

    © AP Photo/ LM Ottero
    Defesa
    URL curta
    28246082

    Caças F-35 das Forças Armadas dos Estados Unidos são aguardados na base aérea de Amari, na Estônia, nesta terça-feira, 25, segundo informou a mídia local.

    De acordo com informações recebidas pelo site ERR, os jatos devem permanecer no país báltico por várias semanas, realizando exercícios com outras aeronaves americanas e de forças aliadas.

    Os Estados da região, por não possuírem uma frota de aviões de guerra para conduzir missões de vigilância aérea, contam desde 2004 com o auxílio de parceiros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) para realizar essa tarefa. 

    Desenvolvido pela Lockheed Martin, o F-35 é considerado o veículo militar mais caro da história, com custo total do projeto avaliado hoje em 1 trilhão de dólares, o que tem sido uma grande dor de cabeça para o orçamento norte-americano, após mais de 15 anos de pesquisas, testes e correções. Ao longo das próximas décadas, o Pentágono espera receber cerca de 2.440 exemplares dessa aeronave. Até o momento, já foram entregues pouco mais de 200, não apenas para o Departamento de Defesa, mas também para Israel e outros aliados. 

    Em janeiro, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que o programa de desenvolvimento e produção do F-35 sofreria um corte de, aproximadamente, 600 milhões de dólares, o que não tira o projeto do topo da lista dos mais caros. 

    Esse caça multifuncional de quinta-geração está sendo construído em três variantes, A, B e C, e tem o objetivo de ser o mais avançado do mundo, com capacidades únicas. No entanto, alguns críticos consideram o projeto catastrófico, por não apresentar um custo-benefício razoável. 

    Mais:

    Mais caro do que o F-35: será que o CH-53 justifica os custos?
    'F-35 americanos protegerão Europa da agressão russa'
    EUA posicionaram, pela primeira vez, uma esquadra de caças F-35 na Grã-Bretanha
    Opinião: Rússia tem 'antídoto' contra caças F-22 e F-35 norte-americanos
    Tags:
    F-35, ERR, Lockheed Martin, OTAN, Donald Trump, Mar Báltico, Estônia, Israel, Europa, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik