21:18 23 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    O ensaio da Parada da Vitória nos arredores de Moscou

    As 5 maiores surpresas da Parada da Vitória de 2017

    © Sputnik / Yevgenia Novozhenina
    Defesa
    URL curta
    72 anos da Grande Vitória soviética (11)
    80672

    O Ministério da Defesa da Rússia deu a conhecer as principais novidades do equipamento militar que participará da Parada do Dia da Vitória, a ter lugar no dia 9 de maio, em 28 cidades russas.

    A página oficial do Ministério da Defesa russo inaugurou uma nova seção dedicada às armas, munições e equipamentos que passarão pelas ruas no dia da celebração do 72º aniversário do fim da Grande Guerra pela Pátria (parte da Segunda Guerra Mundial, compreendida entre 22 de junho de 1941 e 9 de maio de 1945 e limitada às hostilidades entre a União Soviética e a Alemanha nazista e seus aliados). Além disso, já se sabe que mais de 90.000 soldados participarão das cerimônias militares mais importantes da Rússia.

    Como regra geral, os desfiles da Vitória são realizados em todas as cidades de acordo com o mesmo esquema. No entanto, a cada ano os organizadores introduzem algumas novidades. O desfile de 9 de maio de 2017 não será exceção.

    Equipamentos árticos

    Este evento será o primeiro a receber equipamentos militares projetados especificamente para o agrupamento de tropas baseado no Ártico. São sistemas de defesa antiaérea já implantados na Terra de Francisco José: sistemas antiaéreos de mísseis e artilharia de médio e curto alcance Pantsir-SA e sistemas de mísseis balísticos Tor-M2DT.

    Complexo Pantsir-SA durante ensaios da Parada da Vitória de 2017, 10 de abril de 2017
    © Sputnik / Yevgeny Biyatov
    Complexo Pantsir-SA durante ensaios da Parada da Vitória de 2017, 10 de abril de 2017

    Ambos os sistemas são montados sobre a base do fora de estrada articulado de duas seções sobre lagartas DT-30 Vityaz. Esse tipo de chassi aumenta significativamente a mobilidade e a capacidade de deslocação dos sistemas de defesa antiaérea.

    No âmbito dos testes, o Vityaz superou facilmente encostas quase verticais, além de obstáculos aquáticos, sem ter que diminuir a velocidade. Essas capacidades são de grande importância para operações na região ártica.

    O Panstsir-SA e o Tor-M2DT serão os únicos equipamentos militares que passarão pela Praça Vermelha "disfarçados" com sua camuflagem de inverno.

    Novos aviões para grandes profissionais

    Os grupos de acrobacia aérea em caças de propulsão a jato encerram a cerimônia de celebração do Dia da Vitória. Os Strizhi o farão em seus tradicionais caças multifuncionais de quarta geração MiG-29, enquanto que o grupo Russkye Vityazi terá a oportunidade de mostrar seus novos caças de superioridade aérea para missões ar-ar Su-30SM. Estes últimos estão equipados com motores do tipo AL-31FP com controle do vector de impulso que permite realizar manobras acrobáticas complicadas com menos esforço.

    Caças Su-30SM durante ensaios da Parada da Vitória de 2017, 10 de abril de 2017
    © Sputnik / Maksim Blinov
    Caças Su-30SM durante ensaios da Parada da Vitória de 2017, 10 de abril de 2017

    Além disso, em 2017 a celebração em São Petersburgo contará pela primeira vez com voos de helicópteros de transporte Mi-8, Mi-26 e Mi-35, helicópteros de ataque Mi-28N e Ka-52, caças Su-27, MiG-29SMT, MiG-31BM, Su-35 e Su-34 e aviões de transporte An-12, An-26 e Tu-134.

    Sistemas bálticos

    Os cidadãos e visitantes da cidade de Kalinigrado poderão ver os sistemas antinavio de defesa costeira Bal e Bastion que a Frota do Báltico recebeu em meados de abril de 2017.

    Estes sistemas são capazes de atingir navios de superfície com mísseis subsônicos táticos Kh-35U e mísseis hipersônicos Oniks a distâncias de até 500 km.

    Lançamento de míssil Oniks por um sistema Bastion, foto de arquivo
    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    Lançamento de míssil Oniks por um sistema Bastion, foto de arquivo

    Na opinião de muitos analistas militares estrangeiros, o trabalho conjunto dos sistemas de defesa costeira russos com os sistemas de mísseis superfície-ar e antibalísticos S-400 Triumf e os sistemas de mísseis táticos Iskander pode bloquear completamente o acesso do inimigo potencial a certas regiões do mundo.

    Estreantes terrestres

    A Parada da Vitória de 2017 será a primeira para os representantes do movimento patriótico da juventude Yunarmia (Exército de Jovens). A organização foi fundada em 29 de outubro de 2015, com participação do Ministério da Defesa da Rússia, da Sociedade Voluntária de Ajuda ao Exército, Força Aérea e Marinha (DOSAAF) e do Clube Esportivo Central do Exército (CSKA).

    O principal objetivo do Yunarmia é despertar o interesse das gerações mais jovens para a geografia e história da Rússia e seus povos, para as vidas de seus heróis nacionais, militares e cientistas. Qualquer aluno ou clube patriótico pode se afiliar à organização.

    Membros do movimento Yunarmia, foto de arquivo
    © Sputnik / Yevgeny Epanchintsev
    Membros do movimento Yunarmia, foto de arquivo

    Hoje em dia, mais de 30.000 jovens russos, entre os 11 e os 18 anos, são membros de Yunarmia. Muitos deles, tal como os soldados adultos, desfilarão nas celebrações do Dia da Vitória em Moscou, Khabarovsk, Nizhny Novgorod e outras cidades. A peça distinta de seu uniforme é a boina vermelha.

    Também passarão pela Praça Vermelha, pela primeira vez, os soldados e oficiais da 61ª Brigada Independente de Fuzileiros Navais da Frota do Norte, baseada no povoado de Sputnik no distrito de Murmansk.

    O novo tanque velho

    Além disso, no quadro da Parada do Dia da Vitória em Moscou, será mostrada a nova versão do tanque de guerra T-72. O modelo T-72B3M foi apresentado ao público pela primeira vez em 2016.

    Tanque T-72B3
    © Sputnik / Said Tsarnaev
    Tanque T-72B3

    Estas máquinas de combate são muito diferentes das versões anteriores, mesmo em seu aspecto físico. Isto se deve, principalmente, ao sistema de proteção dinâmica Relikt e às telas de grade de blindagem localizadas na grade do motor e na parte traseira da torre.

    Além disso, a máquina conta com um melhor desempenho do carregador automático, um motor mais potente e um sistema atualizado de controle de fogo Kalina, que também está instalado no tanque T-14 Armata.

    Tema:
    72 anos da Grande Vitória soviética (11)

    Mais:

    Desfile sino-paquistanês: Pequim está reforçando papel de líder na Ásia-Pacífico?
    Desfile militar no Irã mostra míssil que ameaça reduzir Israel 'a cinzas'
    Irã mostra os novos mísseis S-300 russos durante desfile militar
    Tags:
    equipamento militar, Parada da Vitória, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar