02:34 22 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Porta-helicópteros Mistral parte de Saint-Nazaire (França) rumo a Alexandria (Egito), seu porto de origem.

    Especialista: transação sobre os Mistral entre Egito e Rússia vai dar certo

    © AFP 2017/ JEAN-SEBASTIEN EVRARD
    Defesa
    URL curta
    84150403

    Uma delegação russa partiu para o Egito para discutir um contrato sobre os porta-helicópteros Mistral, informa a mídia. O editor-chefe adjunto da revista russa Arsenal Otechestva, Dmitry Drozdenko, avaliou as perspectivas de um possível fornecimento de equipamento russo para os porta-helicópteros Mistral no ar do Serviço Russo da Rádio Sputnik.

    A delegação de especialistas russos seguiu para o Egito para realizar negociações sobre o fornecimento de equipamentos russos para os porta-helicópteros Mistral, informa a mídia.

    A Rússia tem para oferecer ao Egito sistemas de armas, de comunicações e de guerra eletrônica. Não se exclui também a possibilidade de venda ao Egito de helicópteros embarcados do tipo Ka-52K Katran.

    Mais cedo, os representantes da Rússia afirmaram que quase tudo está pronto para ser transportado, esperando as partes apenas pela assinatura do contrato.

    Originalmente, os Mistral estavam sendo construídos pela França por encomenda da Rússia. No entanto, em agosto de 2015, devido à situação na Ucrânia, o presidente François Hollande decidiu suspender o contrato e, mais tarde, Moscou e Paris cancelaram o acordo. Depois disso, o Egito decidiu comprar esses navios. Os porta-helicópteros receberam seus nomes em honra de dois presidentes egípcios — Gamal Abdel Nasser e Anwar Sadat.

    O editor-chefe adjunto da revista russa Arsenal Otechestva, Dmitry Drozdenko, expressou no ar do Serviço Russo da Rádio Sputnik a opinião que as partes irão chegar a acordo para o fornecimento dos equipamentos e armamentos russos.

    "Os porta-helicópteros foram construídos pela França tendo em conta as demandas de nossas forças armadas, estando eles adaptados ao nosso equipamento eletrônico, nosso material e nossas armas, respetivamente. Aliás, o Egito não tem muitas opções quanto ao equipamento. O que importa é o preço e os prazos de entrega. Tenho certeza que as partes chegarão a um acordo e que o contrato vai dar certo", acha o especialista.

    Segundo ele, os egípcios não descartarão a compra dos helicópteros Ka-52K Katran.

    "Esta é a modificação naval do Ka-52, que foi testada com sucesso na Síria durante a missão nosso porta-aviões Admiral Kuznetsov. O Ka-52K Katran é uma aeronave maravilhosa que possui capacidades de ataque únicas, isto é, representa uma ameaça real a navios de guerra modernos. Os Mistral foram projetados especificamente para estas máquinas. Por isso, o mais provável é que o contrato seja realizado e os Ka-52K sejam instalados nos porta-helicópteros expedicionários egípcios", considera Dmitry Drozdenko. 

    Mais:

    Egito vende Mistral franceses à Rússia por $1?
    Egito solicita helicópteros russos Ka-52K para os navios Mistral
    Tags:
    porta-helicópteros, transações comerciais, Mistral, Rússia, Egito
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik