14:44 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Construção do segundo porta-aviões chinês do tipo Type 001A

    Segundo porta-aviões chinês está quase construído!

    © Sputnik / Screenshot/ifeng.com
    Defesa
    URL curta
    19370

    O segundo porta-aviões chinês, cuja construção é realizada pelo próprio país, provavelmente entrará em serviço no fim de abril de 2017, informa o portal Sina.

    Atualmente, a China conta com o porta-aviões Liaoning, antigo cruzador soviético Varyag, comprado da Ucrânia. No fim de dezembro de 2015, o Ministério da Defesa da China anunciou o início da construção do novo porta-aviões para sua Marinha, sendo este o primeiro a ser desenvolvido de forma independente pelo país. Trata-se de um porta-aviões do tipo Type 001A.

    Segundo dados do portal, na Internet foram publicadas fotos onde mostram trabalhadores se preparando para pintá-lo, bem como instalando vidros e radar no convés do porta-aviões.

    Além disso, o portal apontou que mais cedo o vice-comandante da Marinha do Exército Popular de Libertação, almirante Wang Wei-Min, afirmou que o porta-aviões poderá entrar em ação ainda no primeiro semestre desse ano.

    Especialistas declaram, após ter analisado as fotos da construção do navio, uma possível data do seu lançamento. Conforme eles, tudo indica que será em abril, mais precisamente em 23 de abril.

    O primeiro porta-aviões chinês Liaoning era o antigo cruzador soviético Varyag, que após o fim da União Soviética passou a pertencer à Ucrânia. O porta-aviões entrou no serviço da Marinha chinesa em setembro de 2012 e já em novembro foram anunciados testes bem-sucedidos de aterrissagem do caça J-15 no navio.

    Mais:

    China constrói porta-aviões com catapultas modernizadas
    Potência militar: China deslocará porta-aviões modernizado para mar do Sul da China
    China faz progressos significativos no suporte logístico de seus porta-aviões
    China anuncia construção do segundo porta-aviões
    Tags:
    construção, navio, porta-aviões, Liaoning, Ministério da Defesa Nacional da China, Exército Popular de Libertação, Marinha chinesa, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik