13:32 19 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2290
    Nos siga no

    Mais de metade dos 18 mil voos de combate da Força Aeroespacial da Rússia na Síria foi realizada por caças-bombardeiros Su-24, informa um vídeo publicado recentemente pela Comissão Militar e Industrial da Rússia.

    "Não é em antiguidades que voam nossos pilotos na Síria", disse no seu Twitter o vice-premiê russo Dmitry Rogozin ao compartilhar um vídeo sobre os aviões russos.

    ​O moderno sistema de pontaria e navegação dos Su-24 possibilita o uso de mísseis e bombas guiados por laser ou por televisão. O avião, além disso, conta com um avançado sistema de defesa a bordo que aumenta significativamente o nível de proteção da tripulação.

    Seus dois motores têm um impulso total de 22,4 toneladas e permitem que a aeronave voe a velocidades supersônicas a altitudes muito baixas.

    Os oito pontos de fixação — partes do bombardeiro para fixar cargas externas — são capazes de transportar até 8 toneladas de armas de diferentes tipos.

    Em seu nariz, ou seja, parte dianteira, também se pode montar uma arma adicional.

    Mais:

    Modernização do caça-bombardeiro Su-34 se baseará na experiência russa na Síria
    Caças russos Su-24 se aproximam de destróier norte-americano no mar Negro (VÍDEO)
    Defensor do céu russo: Su-30SM agora protege mar Negro
    Tags:
    caça russo, avião, Su-24, Força Aeroespacial da Rússia, Dmitry Rogozin, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar