23:26 18 Abril 2019
Ouvir Rádio
    F-35 fabricado pela Lockheed Martin

    Caças F-35 podem ser equipados com bombas nucleares antes do previsto

    CC BY 2.0 / Força Aérea dos EUA
    Defesa
    URL curta
    1698

    Os caças norte-americanos de 5ª geração F-35 Lightning II poderão ser dotados de bombas nucleares antes do 2020, como estava planejado.

    Segundo informa o general de brigada Scott Pleus, citado pela edição DefenseTech, se trata do novo modelo de bomba de queda livre B61-12. Inicialmente, a certificação da aeronave da Lockheed Martin Corp. (para que pudesse portar armas nucleares) estava prevista para os anos 2020-2022, mas, devido às mudanças na situação geopolítica, esta pode ser acelerada, disse o general.

    A B61-12 é uma modificação da bomba B61, único projétil de queda livre ainda em serviço e criado em 1961. A versão mais moderna desta bomba é equipada com ailerons e um sistema de controle, que permite aos militares controlar o voo do projétil. A produção em série desta bomba de 3,5 metros deve começar em 2018 e substituir os modelos anteriores, como o B61-3, o B61-4, o B61-7 e o B61-10.

    Mas o mais importante é que o novo modelo de bomba se baseia no princípio de "dial-a-yield', que permite escolher entre uma ampla variedade de cargas com diferente potencial explosivo, entre 0,3 e 170 de quilotoneladas.

    Até o momento, apenas dois modelos de aviões de combate norte-americanos podem ser equipados com bomba B61-12: o F-15E Strike Eagle e o F-16 Fighting Falcon. O F-35 será o terceiro e, segundo os fabricantes, é capaz de carregar ogivas nucleares no seu interior, para não prejudicar a sua invisibilidade para os radares.

    Os críticos, por sua vez, declararam que a certificação do F-35 para transporte de cargas nucleares é uma operação custosa e inútil. De acordo com a Federação de Cientistas Americanos, o processo vai custar cerca de 340 milhões de dólares, enquanto o bombardeiro furtivo B-2 Spirit cumpre perfeitamente o mesmo objetivo.

    Mais:

    Força Aérea dos EUA desenvolve projeto de caça do futuro
    EUA enfrentam problemas devido à falta de pilotos de caça
    Lockheed Martin perde US$3,5 bilhões após um único tweet de Donald Trump
    EUA pretendem enviar 16 caças Lockheed Martin F-35 para o Japão
    Tags:
    bomba nuclear, caças, F-35 Lightning II, B61-12, Lockheed Martin, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar