01:51 21 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    O tanque norte-americano Abrams dispara do seu canhão principal durante as manobras em Noruega, em 18 de fevereiro de 2016

    Exército dos EUA será equipado com veículos blindados não tripulados

    © flickr.com/ U.S. Department of Defense Current Photos
    Defesa
    URL curta
    1821

    Um tanque Abrams do exército norte-americano, um Humvee (Veículo Automóvel Multifunção de Alta Mobilidade) e um veículo blindado de transporte de pessoal M113 estão sendo preparados para testar tripulações robóticas em 2017, devendo estes veículos ser colocados ao serviço na próxima década.

    As provas decorrerão em Fort Benning, no estado da Geórgia, e começarão logo após a virada do ano, afirmou a revista Defense News.

    O Abrams será testado em primeiro lugar, enquanto as provas do Humvee e do M113 virão já na fase avançada das manobras planejadas. Tal informação foi apresentada no início de dezembro por um slideshow do Exército norte-americano em Fort Eustis, na Virginia.

    O Pentágono espera que os veículos robóticos semiautônomos sejam postos em serviço em 2023, enquanto os completamente autônomos podem surgir em 2035. Os militares afirmam que os sistemas automatizados são capazes de reduzir os esforços físicos e cognitivos das tropas, aumentar a sustentabilidade das forças armadas e facilitar a capacidade de manobra no campo de batalha.

    Esta medida surgiu logo após um modelo parecido ter sido utilizado com sucesso na Força Aérea norte-americana. Os pilotos e os grupos de apoio apresentaram veículos aéreos não tripulados Shadow e Gray Eagle, ofuscando o maior helicóptero de assalto e visando garantir ajuda à inteligência armada do país.

    O objetivo principal dos veículos robóticos semiautônomos é contribuir para que os veículos no terreno conheçam melhor a situação, sem precisarem de uma estrutura de segurança adicional, comunicou o tenente-general norte-americano, Michael Lundy.

    Entretanto, o projeto terrestre pode ser um desafio muito maior do que o da Força Aérea. Em particular, o Exército dos EUA está analisando se o carregador de armas instalado no tanque Abrams poderá passar a manobrar os VANTs com a ajuda de um carregador automatizado, sublinhou Lundy.

    O carregador automatizado já foi elaborado pelo Pentágono mas ainda não foi usado em situações de combate.

    Mais:

    Voa, anda na água ou rasteja? Até que ponto você conhece as armas russas?
    Ministro da Defesa russo: mais de 160 modelos de armas avançadas testadas na Síria
    Confronto de Titãs: as 10 armas mais perigosas da Rússia e da OTAN
    Tags:
    tanque, armas, militar, inovação, não tripulado, veículos de combate, blindados, Abrams, Departamento de Defesa dos EUA, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik