13:49 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Navio da Frota do Mar Negro em Sevastopol, Rússia

    Rússia pretende renovar sua estratégia marítima

    © Sputnik/ Vasiliy Batanov
    Defesa
    URL curta
    191790151

    A Rússia tem planos de renovar a sua estratégia de desenvolvimento da atividade marítima até 2030, informou o vice-primeiro-ministro do governo russo Dmitry Rogozin.

    Rogozin lembrou que o respectivo documento foi aprovado há seis anos.

    "Atualmente, com ampla participação da sociedade, de organizações científicas, entidades estatais e não governamentais que atuam em várias áreas do setor naval, está sendo preparada a nova versão deste documento", declarou Rogozin durante discurso na reunião do Colégio Naval do governo russo, na cidade de Sevastopol.

    O vice-premiê tem certeza de que o trabalho resultará num "documento substancial de planejamento" capaz de desenvolver todo o complexo da atividade marítima da Rússia.

    A nova versão da doutrina marítima da Federação da Rússia foi aprovada pelo presidente Vladimir Putin em 2015. O documento prevê a garantia da presença considerável da Rússia no Mediterrâneo, redução de ameaças à segurança nacional no Ártico e reforço das posições de liderança russa na exploração dessa região.

    Além disso, a nova doutrina prevê cooperação ativa da frota russa com a China e a Índia.

    Mais:

    OTAN: 'Rússia enviou toda a Frota do Norte à Síria'
    Navios de guerra da Frota do Pacífico da Rússia atracam em Jacarta
    Alemanha compra cinco navios de guerra para 'se defender' da Rússia
    Tags:
    exploração, liderança, segurança nacional, doutrina naval, Dmitry Rogozin, Vladimir Putin, Índia, China, Ártico, Mediterrâneo, Sevastopol, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik