10:05 23 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Sistema de míssil balístico intercontinental Sarmat

    Rússia cria aparelhos supersônicos para superar sistema de defesa antimíssil

    © Sputnik/ Sergei Kazak
    Defesa
    URL curta
    24351

    Os cientistas russos estão desenvolvendo novos aparelhos hipersônicos para superar os sistemas da defesa antimíssil.

    O anúncio foi feito por Boris Satovsky, chefe da equipe responsável pelo projeto da Fundação de Estudos Avançados, à agência RIA Novosti.

    "Nós compreendemos a importância de pesquisas nessa área, por isso a fundação está realizando vários projetos técnico-científicos referentes a aparelhos voadores hipersônicos aerobalísticos manobráveis", informou Satovsky em véspera do Dia da Força Estratégica de Mísseis da Federação da Rússia.

    O especialista destaca que, "graças às suas características táticas, tais aparelhos serão capazes de superar praticamente todos os sistemas de defesa antimíssil, que não conseguirão combater as novas armas com eficácia".

    Segundo ele, esse fato "garantirá uma paridade militar estratégica inquestionável no mundo nos próximos 30-40 anos".

    Neste ano, a Rússia já testou um aparelho voador hipersônico por duas vezes. Esse modelo visa substituir as ogivas convencionais nos novos mísseis balísticos intercontinentais. Estamos falando inclusive do ICBM pesado Sarmat, cuja ogiva hipersônica, após entrar nas camadas densas de atmosfera, executa uma manobra que dificulta sua intercepção por sistemas de defesa antimíssil.

    A Fundação de Estudos Avançados foi criada em 2012 com objetivo de fomentar pesquisas científicas e desenvolvimentos na área de defesa e segurança da Rússia. Atualmente a fundação está trabalhando em mais de 50 projetos que contam com 40 laboratórios nas principais universidades e empresas do país.

    Mais:

    Força Aeroespacial da Rússia testa novos sistemas S-400 Triumph (VÍDEO)
    Rússia testa robôs de combate
    Tags:
    teste, Defesa antimíssil (DAM), intercepção, míssil hipersônico, ogiva, Sarmat, RIA Novosti, Força Estratégica de Mísseis, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik