07:20 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    028
    Nos siga no

    O período de tempo de patrulha dos mares de guerra americanos no mar Negro poderá ser estendido dos atuais quatro meses, segundo revelou em entrevista à Sputnik o vice-almirante James Foggo, diretor de pessoal da Marinha dos Estados Unidos, acrescentando que uma presença maior de embarcações também está sendo considerada.

    Sem dar detalhes sobre o novo período estudado, Foggo explicou, durante participação no Fórum de Defesa de Washington, nesta quarta-feira, que uma decisão sobre o assunto deve ser tomada levando em consideração a urgência dos desafios na região. 

    "Obviamente, quando as coisas se tornarem mais intensas, vocês verão a presença de navios adicionais", disse ele. "Nós, provavelmente, tivemos um navio de guerra da Marinha americana lá, sob a bandeira dos EUA, em operações bilaterais ou multilaterais por cerca de um terço do ano. A OTAN está lá operando por aproximadamente um terço do ano, e a Marinha da Rússia está colocando mais ativos lá e as coisas estão ficando mais lotadas", acrescentou o comandante. 

    Recentemente, o secretário da Marinha dos EUA, Ray Mabus, declarou que o país pretendia manter suas atividades no mar Negro para deter "agressões em potencial" na região. 

    Mais:

    Fim de exercícios ucranianos não altera plano de treinamento da Frota do Mar Negro
    Ex-oficial da Frota do Mar Negro da Rússia detido pela espionagem a favor da Ucrânia
    Especialista americano destaca alto potencial da Frota russa do Mar Negro
    França aumentará sua presença no mar Negro
    Tags:
    EUA, Rússia, Washington, mar Negro, James Foggo, Ray Mabus, OTAN, Marinha dos EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar