10:12 23 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Porta-aviões russo Admiral Kuznetsov

    Porta-aviões russo Admiral Kuznetsov será modernizado em 2018

    © flickr.com/ some guy called Darren
    Defesa
    URL curta
    6251
    Nos siga no

    O único porta-aviões da Marinha russa, Admiral Kuznetsov, passará por obras de reparo e modernização em 2018 após retornar de suas missões militares.

    O anúncio foi feito na quarta-feira (16) pelo vice-presidente da Corporação Unida de Construção Naval, Igor Ponomarev, à agência RIA Novosti.

    Avião russo decola do porta-aviões Admiral Kuznetsov para missão contra terroristas na Síria
    Ministério da Defesa da Federação da Rússia
    No momento atual, Admiral Kuznetsov está cumprindo tarefas militares no Mediterrâneo perto da costa da Síria, chefiando um grupo naval russo da Frota do Norte.

    Ponomarev destacou que o estaleiro Zvezdochka iniciará obras de modernização em 2018, ao acrescentar que o posterior uso do porta-aviões é o assunto de competência do Ministério da Defesa russo e do Comando Geral da Marinha russa.

    O cruzador de mísseis pesado Admiral Kuznetsov (projeto 1143.5) faz parte da frota militar russa desde 1991, sendo o único navio na Rússia capaz de levar caças pesados de bordo Su-33 e o único navio de onde é possível levantar voo em latitudes polares.

    Admiral Kuznetsov possui mísseis de cruzeiro Granit e seu próprio sistema de defesa antiaérea.

    Quanto à ficha técnica, o cumprimento do convés alcança 306 metros, sua largura é de 75 metros, deslocamento de 60 mil toneladas. O navio possui capacidade para transportar 1.960 tripulantes, entre eles, 518 oficiais.

    As amplas capacidades do porta-aviões permitem usá-lo como navio de controle da esquadra do Mediterrâneo da Marinha russa.

    Mais:

    Mídia: Envio do porta-aviões Admiral Kuznetsov é 'recado simbólico importante'
    Especialista: Admiral Kuznetsov salvou Síria de ataques de mísseis de cruzeiro dos EUA
    Tags:
    missões, mísseis de cruzeiro, caças, modernização, porta-aviões, Admiral Kuznetsov, Corporação Unida de Construção Naval, Marinha da Rússia, Ministério da Defesa (Rússia), Mediterrâneo, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar