23:31 20 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Sistema de defesa antimíssil Patriot instalado no sul da Turquia

    A sinergia estratégica: 'Moscou e Ancara se beneficiam' com novo projeto de defesa

    © AFP 2019 / JOHN MACDOUGALL
    Defesa
    URL curta
    1121
    Nos siga no

    Ambos os países, a Rússia e Turquia, podem se beneficiar da cooperação para o estabelecimento de um sistema de defesa antimíssil conjunto, disse à Sputnik o especialista militar Aleksandr Mikhailov.

    Em entrevista à agência Sputnik, o especialista militar Aleksandr Mikhailov, membro do Conselho de Política Externa e de Defesa da Rússia, sugeriu que tanto Moscou como Ancara podem se beneficiar da colaboração na criação do sistema de defesa antimíssil conjunto.

    A entrevista teve lugar depois de o subsecretário para a Indústria de Defesa do Ministério da Defesa da Turquia Ismail Demir ter dito que Ancara está preparada para discutir a possibilidade de cooperação no desenvolvimento de um sistema de defesa antimíssil nacional com todos os países envolvidos, incluindo a Rússia.

    Em 2009, a Turquia anunciou a licitação no valor de quatro bilhões de dólares para aquisição de componentes para o sistema de defesa antimíssil.

    Em 2013, a empresa chinesa China Precision Machinery Import and Export Corporation (CPMIEC), que submeteu uma oferta de 3,4 bilhões de dólares, venceu a licitação.

    Em novembro do ano passado, a Turquia cancelou oficialmente a licitação e decidiu, em vez dela, desenvolver um projeto nacional do sistema de defesa antimíssil.

    Aleksandr Mikhailov referiu que ambas as partes poderão se beneficiar se for criado um escudo de mísseis russo-turco.

    Segundo ele, "obter armamento mais sofisticado para desenvolver um sistema de defesa antimíssil mais confiável é da maior importância para a Turquia".

    "Em resultado disso, a Rússia está interessada neste desenvolvimento porque ele será seguido por encomendas militares, fornecimentos de armas e sua manutenção – tudo isso representa um ponto importante. Se o escudo antimíssil russo-turco for criado, nós iremos nos beneficiar disso, porque estamos interessados na proteção das nossas fronteiras do sul", disse Mikhailov.

    Ao mesmo tempo, ele apontou que ainda não é claro de que maneira as relações entre os dois países vão se desenvolver em termos de defesa antimíssil. Em qualquer caso, é seguro assumir que a Turquia está começando a perceber quem é quem, segundo Mikhailov.

    "O fator econômico associado ao bloqueio de mercadorias e turismo turcos pela Rússia levou a Turquia a perceber que, ao contrário da América, a Rússia está perto. Por isso é necessário desenvolver relações amigáveis com Moscou", disse ele.

    Em 10 de outubro, o presidente da Rússia Vladimir Putin e o seu homólogo turco Recep Tayyip Erdogan discutiram em Istambul a cooperação entre as indústrias de defesa. Um pouco depois, o porta-voz de Erdogan, Ibrahim Kalin, disse que Moscou e Ancara teriam aparentemente concordado na necessidade de elaborar os detalhes de um projeto possível para a implementação do plano do sistema nacional de defesa antimíssil turco.

    Não obstante, o porta-voz do presidente da Rússia Dmitry Peskov disse em 11 de outubro que a criação do sistema de defesa antimíssil conjunto entre a Turquia e a Rússia não foi discutida durante a cúpula.

    Mais:

    Erdogan: Ocidente não fez nada de bom para Turquia
    Chefes militares dos EUA e da Turquia discutem 'ameaça' de curdos na luta anti-Daesh
    Turquia bloqueia projetos de construção alemães na base aérea de Incirlik
    Turquia mantém bloqueio a todas as redes sociais
    Turquia prepara grande ofensiva na fronteira com a Síria
    Tags:
    cooperação estratégica, beneficência, sistema antimísseis, sistema de defesa antimísseis, Recep Tayyip Erdogan, Dmitry Peskov, Vladimir Putin, Turquia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar