23:26 16 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Submarinos russos Vyborg e Stary Oskol durante o ensaio general antes da parada militar em comemoração do Dia da Marinha russa, Baltiysk, Rússia, maio de 2016

    EUA indicam arma mais perigosa da Marinha russa

    © Sputnik / Igor Zarembo
    Defesa
    URL curta
    101078
    Nos siga no

    Especialistas da Marinha norte-americana indicaram os navios e armas do arsenal da Marinha russa que consideram mais perigosos, informou o jornal russo Izvestia citando Michael Petersen, professor e diretor do Instituto de Estudos do Potencial Naval da Rússia.

    Segundo Petersen, para os EUA os mais perigosos são os submarinos Yasen, as fragatas do projeto 22350 Admiral Gorshkov, bem como os mísseis Tsirkon e Kalibr.

    Fragata Admiral Gorshkov
    Fragata Admiral Gorshkov

    O chefe e fundador do Instituto de Estudos Marítimos da Rússia (RMSI na sigla em inglês) explicou que, enquanto o desenvolvimento de navios de superfície russos é considerado como parte do sistema defensivo, o aparecimento de submarinos nucleares tão "poderosos e perigosos" como os Yasen torna-se razão de sérias preocupações de Washington.

    O RMSI foi inaugurado no estado americano de Rhode Island apenas um mês atrás com a função anunciada de coletar e trabalhar informação militar detalhada nos interesses da Marinha dos EUA, bem como dos seus aliados da OTAN.

    Submarino Yasen K-560 submarine, o Severodvinsk, em Severodvinsk, Arkhangelsk
    Submarino Yasen K-560 submarine, o Severodvinsk, em Severodvinsk, Arkhangelsk

    Além disso, o professor destacou que agora a Marinha russa atingiu um novo nível de desenvolvimento e os EUA devem estudá-lo de forma cautelosa.

    "Apesar das dificuldades que observamos em décadas precedentes, a Marinha russa atingiu em termos de preparação de pessoal e potencial tecnológico um nível que permite competir com qualquer Marinha do mundo", concluiu Petersen.

    Os submarinos russos do projeto 885 Yasen são submarinos nucleares multifunção de quarta geração equipados com mísseis de cruzeiro. A missão principal do Yasen é atacar submarinos e navios, bem como liquidar alvos terrestres com seus mísseis.

    Os navios do projeto 22350 são fragatas de longo alcance e o desenvolvimento de fragatas deste tipo acontece pela primeira vez após a dissolução da União Soviética.

    Mais:

    Rússia e EUA alcançam paridade em submarinos
    É realidade, não ficção científica: submarinos russos serão invisíveis
    Porta-aviões russo Admiral Kuznetsov segue para o Mediterrâneo
    Tags:
    arma, submarino, navio, Marinha da Rússia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar