11:03 21 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Drone Granat Va-1200 com o fuzil-metralhadora Kedr na exposição Dia de inovações do Ministério da Defesa da Rússia 2015, região de Moscou, Rússia (foto de arquivo)

    Conheça novo microdrone que pode causar diferença nos conflitos urbanos (VÍDEO)

    © Sputnik/ Evgeny Biyatov
    Defesa
    URL curta
    177113

    Empresa de San Diego, Shield AI, apresentou novidade na área de robótica. Um drone que não precisa nem de piloto nem de GPS.

    A Shield AI recebeu um milhão de dólares do Departamento de Defesa norte-americano do Vale do Silício para o desenvolvimento de robô autônomo que pode voar dentro de uma casa sem uso de controles convencionais, tais como operador humano e sinal GPS.

    A criação da Shield AI é do tamanho de um pequeno drone comercial composto por sensores que mapeiam o ambiente e câmeras que registram a área explorada.

    Baseando-se no vídeo fornecido pelo fabricante, podemos supor que, no estágio atual de desenvolvimento, o drone é muito grande e barulhento para agir de maneira satisfatória, pois tais características tornam o drone um alvo fácil e que não serve para vigiar um prédio cercado por bandidos, por exemplo, pois o drone seria rapidamente percebido e neutralizado.

    Essa limitação poderia ser resolvida se o software e sensor do Shield AI fossem instalados em um chassi diferente, tal como o PD 100 Black Hornet, usado pelas forças especiais britânicas desde 2011.

    O chamado nanodrone, que cabe na palma da mão, tem a aparência de um helicóptero clássico. De acordo com o vídeo do fabricante Prox Dynamics, a novidade é capaz de voar contra ventos de 8 a 12 m/s, possui proteção à prova de tempestades, câmera térmica e visão noturna.

    Mais:

    O impossível é possível: drone será movido por motor impresso em impressora 3D
    Confira 10 novas armas que Rússia revelou no Fórum EXÉRCITO 2016
    Russos criam projeto de plataforma flutuante de energia nuclear para drones subaquáticos
    Tags:
    armas, drone, Ministério da Defesa, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik