03:08 23 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Farol no oeste da península de Crimeia, Rússia

    Rússia planeja instalar mais radares capazes de detectar aviões F-35

    © Sputnik/ Vladimir Trefilov
    Defesa
    URL curta
    25637394

    A Rússia instalará mais radares Podsolnukh (Girassol), capazes de detectar aeronaves stealth incluindo o Lockheed Martin F-35 Lighting II e o F-22 Raptor, para defender a zona econômica exclusiva no Extremo Norte, mar Báltico e Crimeia em 2017, informou o jornal russo Rossiyskaya Gazeta.

    Segundo a publicação, o Ministério da Defesa russo não divulgou números exatos.

    Neste momento, ao serviço das Forças Armadas da Rússia estão três radares além do horizonte. Eles foram recentemente instalados no mar de Okhotsk, mar do Japão e mar Cáspio. O último foi colocado ao serviço em 2013, destacou o jornal.

    O Podsolnukh se destina a monitorar áreas marítimas e aéreas que fazem parte da zona econômica exclusiva em quaisquer condições de tempo.

    O Podsolnukh é capaz de detectar alvos na superfície do mar e no ar à distância máxima de 500 km em várias altitudes dentro do alcance visual e além do horizonte. Segundo o site Global Security, ele pode simultaneamente detectar e vigiar até 300 alvos marítimos e 100 aéreos em modo automático. O radar é operado por uma equipe de três elementos.

    O Podsolnukh participou dos treinamentos da Frota do Mar Cáspio.

    "<…> em 2014, radares além do horizonte detectaram vários alvos e enviaram suas coordenadas às corvetas Grad Sviyazhsk e Uglich. Em janeiro, o Podsolnukh detectou quatro <…> bombardeiros Su-24. Os dados foram enviados à fragata Dagestan, cujos sistemas de defesa de mísseis balísticos abateram [os alvos]", disse o jornal.

    Radares além do horizonte possuem vantagens perante outros radares militares. Eles são capazes de detectar aviões furtivos (stealth). Para o Podsolnuhk não há diferença entre o F-22, o melhor caça no arsenal dos EUA, e outros aviões sem tecnologia stealth.

    Entretanto, ele tem uma desvantagem: o Podsolnukh é incompatível com o sistema de Identificação amigo e inimigo (IFF).

    Apesar disso, várias versões de radares além do horizonte foram colocados com sucesso ao serviço das Forças Armadas da Rússia.

    A versão do Podsolnukh para exportação já foi exibida em vários shows navais.

    Mais:

    Eu te vi: novo radar russo pode detectar jatos 'invisíveis' F-35
    Israel reforça posições no Oriente Médio graças a caças F-35 dos EUA
    Testes operacionais finais do F-35 são adiados até 2018
    Tags:
    Marinha, defesa, aviões, radares, Crimeia, Mar Cáspio, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik