03:26 15 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    B1-B Lancer norte-americano

    Ameaças crescentes na Ásia forçam EUA a deslocar forças para a região

    © AFP 2019 / DOD
    Defesa
    URL curta
    10112
    Nos siga no

    A Secretaria da Defesa dos EUA vai enviar uma esquadrilha de bombardeiros estratégicos B-1B Lancer para a região do Pacífico pela primeira vez em 10 anos, comunica o Comando Regional norte-americano (PACOM, em inglês).

    Os aviões vão chegar no sábado (06) à base militar de Andersen, na ilha de Guam, que faz parte do arquipélago das Ilhas Marianas e pertence à jurisdição dos EUA. Eles vão substituir os caças B-52. Cerca de 300 militares vão ser deslocados para assegurar a operacionalidade da esquadrilha.

    "Este não é o primeiro caso de deslocamento dos B-1 na zona da responsabilidade do PACOM, mas é o primeiro em dez anos", diz o comunicado do Comando. 

    O Comando aponta que B-1 tem "uma maior capacidade militar e possibilidades excepcionais de realização de ataques à distância". 

    Segundo o canal de televisão CNN, vão ser deslocados caças da esquadrilha 34, que participaram das operações na Síria, no Iraque e Afeganistão em 2015, cumprindo cerca de 630 missões. 

    Os aviões da base de Guam estão patrulhando as áreas do mar do Sul da China e da Península da Coreia.

    No primeiro caso, os EUA mostram à China que têm intenções de assegurar a liberdade de voo e navegação nas águas e no espaço aéreo  internacionais, apesar das reclamações territoriais de Pequim.

    O lançamento de teste do míssil Harpoon pela Marinha norte-americana
    © Foto / Marinha dos EUA/Lt. Bryce Hadley/Divulgação
    No segundo caso, os EUA dão um sinal à Coreia do Norte de que tencionam proteger os parceiros na região – a Coreia do Sul e o Japão. 

    O deslocamento dos B-1 é realizado devido aos testes nucleares do Pyongyang, condenados por Washington. 

    B-1B Lancer é um caça estratégico quatrimotor com asas de geometria variável que pode carregar 56 toneladas de mísseis e bombas. O avião é destinado a destruir sistemas de defesa antiaérea do inimigo em altitudes superbaixas.

    Mais:

    Exército chinês ameaça EUA com armas
    Irã ameaça EUA de lançar usina de enriquecimento nuclear
    Tags:
    reação, ameaça, proteção, parceiro, soldados, caça, arquipélago, base militar, deslocamento, B1-B Lancer, CNN, Coreia do Norte, China, Ilhas Marianas, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar