21:38 17 Fevereiro 2018
Ouvir Rádio
    Um dos maiores submarinos nucleares russos construídos ainda na época da União Soviética é o Typhoon (Akula), que continua a ser o maior do mundo com cerca de 25.000 toneladas métricas (27.500 toneladas). Visto de frente no Mar de Barents, Ártico russo, nesta fotografia de setembro de 2001

    Rússia desenvolve sistema de sonar para proteger o Ártico

    © AP Photo/ Dmitry Lovetsky
    Defesa
    URL curta
    1422

    As empresas de defesa russas estão desenvolvendo, para a proteção das águas territoriais da Rússia no Ártico, um sistema de sonar que será capaz de detectar navios e submarinos a uma distância de centenas de quilômetros, cita o jornal Izvestia um representante do Ministério da Defesa.

    “O sistema deve estar pronto no ano que vem e, após de ser aprovado pelo Ministério da Defesa, será implementado”, cita a edição as palavras de seu interlocutor. Segundo ele, um sistema completo será capaz de cobrir uma área de centenas de quilômetros.

    Segundo o jornal, o sistema da defesa marítima é desenvolvido pelo consórcio de defesa aeroespacial Almaz-Antey junto com dezenas de outras empresas do setor militar russo.

    “A tarefa é bastante complicada. É necessário criar três circuitos: marítimo, espacial e terrestre. [O circuito] marítimo – boias de sonar e sensores submarinos, que transmitem a informação a satélites do circuito espacial. O circuito terrestre é de gestão e analisará a informação recebida e mostrada a usuários”, explica o representante do Ministério da Defesa.

    Mais:

    Novo quebra-gelo nuclear permitirá à Rússia assegurar sua liderança no Ártico
    Rússia e Índia pretendem explorar Ártico em conjunto
    Moscou: Rússia aumenta presença militar no Ártico
    Tags:
    defesa, sonar, sensor, submarino, satélite, Ministério da Defesa (Rússia), Ártico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik