06:31 17 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Explosão nuclear

    Financiamento bancário permite fabricar 75% de armas nucleares

    © flickr.com/
    Defesa
    URL curta
    172213

    Um informe do Centro de Estudos para a Paz indica que um conjunto de 72 entidades bancárias, seguradoras e empresas de investimentos permite financiar 34 empresas de armas nucleares.

    "Isso demonstra que os investimentos em armas são uma prática amplamente usada no setor financeiro", afirma Jordi Calvo, coordenador do Centro Delás e autor do informe.

    Os bancos são responsáveis pela existência de 3 em cada 4 armas, enquanto o nível médio de endividamento na indústria militar alcança uma margem "de cerca de 75%".

    Segundo as estimativas, o montante total de meios financeiros, destinados por esses bancos à área militar, equivale a 80 bilhões de euros.

    "Os bancos financiam grandes volumes de recursos para a produção de armas porque é um negócio redondo, sem pensar em que estes investimentos podem causar morte e destruição", informa Calvo.

    Entre as empresas financiadoras espanholas que colaboram com empresas de armamento estão os bancos BBVA, Banco Popular, Santander, Bankia, Banco Sabadell ou Caixabank, as seguradoras Mutua Madrileña e Mapfre e instituições públicas, tais como o Instituto de Crédito Oficial.

     

    Mais:

    Coreia do Norte se orgulha de EUA se sentirem ameaçados por suas armas nucleares
    UE quer livrar Oriente Médio de armas nucleares
    Tags:
    armas nucleares, bancos, investimentos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik