05:13 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    3212
    Nos siga no

    O helicóptero russo Mi-35, batizado de "tanque voador" pelos pilotos, parece ter também conquistado potenciais compradores de diversos países da Ásia e Oriente Médio. O Paquistão e o Cazaquistão têm planos de adquirir estes aparelhos, enquanto que outros países estão prontos para fazer o mesmo no futuro mais próximo.

    O Mi-35 foi desenvolvido tomando como modelo o helicóptero soviético Mi-24, que, desde 1969, ano do seu primeiro voo, foi operado por militares das forças aéreas de mais de uma centena de países ao redor do mundo. O Mi-35 herdou as melhores características do Mi-24 quanto à velocidade, armamento e confiabilidade, a que se juntam modernos sistemas eletrônicos de controle e uma maior capacidade de ataque. Isso significa que os potenciais compradores encontram no Mi-35 um "velho conhecido", que lhes oferece o melhor do Mi-24, mas com tecnologia de vanguarda.

    Helicópteros de combate Mi-24
    © Sputnik / Pavel Lisitcin
    Helicópteros de combate Mi-24

    Por outro lado, o Mi-35 já foi testado no Afeganistão e modernizado através da experiência em situações reais de combate, uma vantagem perante outros aparelhos.

    "Como helicóptero de ataque, o Mi-35 tem uma estrutura mais larga que o seu concorrente, o Apache, explica o piloto militar Dmitry Drozdenko, mas por outro lado, a experiência do Afeganistão demonstrou que o Mi-35 pode não só atacar, mas também realizar evacuações".

    Drones em voos de demonstração na região de Moscou. Foto de arquivo
    © Sputnik / Iliya Pitalev
    Na feira internacional de equipamentos militares Kadex-2016 (Astana, Cazaquistão) foi apresentado o Mi-35M, uma versão modificada do Mi-35, equipado com armamento de alta precisão capaz de operar em todo tipo de condições.

    "O Mi-35M foi desenvolvido utilizando as últimas tecnologias na área de helicópteros militares. As suas funções são destruir o equipamento inimigo, prestar apoio de fogo às unidades terrestres, implantar tropas, evacuar feridos e transportar cargas pesadas", detalhou a empresa Vertolyoty Rossii (Helicópteros da Rússia) à emissora Zvezda.

    Além disso, esta classe de helicópteros é de grande utilidade na realização de operações especiais, em combates contra organizações armadas ilegais, na luta contra o terrorismo, tráfico de drogas e na defesa de fronteiras.

    Mais:

    Helicópteros Apache entram na guerra contra o Daesh
    ONU considera uso de helicópteros para fornecer ajuda humanitária na Síria
    Rússia pretende comprar helicópteros Mil Mi-38 a partir de 2017
    Helicópteros russos voltarão a ter bombas
    Tags:
    helicópteros russos, Mi-35, Vertolyoty Rossii (Helicópteros da Rússia), Oriente Médio, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar