08:54 29 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    1373
    Nos siga no

    Presidente da Rússia Vladimir Putin mantem hoje em Sochi a reunião com a chefia do setor da indústria da defesa do país, na qual classifica os últimos passos de Pentagono como uma ameaça e óbvia violação de Tratado INF.

    De acordo com líder russo os EUA através das suas mídias tentam iludir a comunidade que o sistema DAM na Europa não ameaça à Rússia, que tem caráter meramente defensivo. Entretanto os profissionais da área sabem que estas palavras são mentiras.

    “Nada disso! Este sistema não é de defesa! É um dos componentes do potencial nuclear estratégico dos EUA, colocada na periferia, no caso – na Europa Oriental”, disse Putin, comentando a notícia sobre a inauguração do sistema de defesa antimíssil Aegis Ashore na Romênia.

    Presidente russo acusou os EUA de violações do direito internacional e de acordos bilaterais na área de segurança. Instalações lança-misseis, que os EUA planejam desenrolar na povoação polonesa de Redzikovo e integrarão à infraestrutura militar recém inaugurada na Romênia, de acordo com chefe de estado, podem ser utilizadas para misseis de alcance médio e curto.

    “Esta alteração nos equipamentos a fácil e rápida, até que não poderemos detectar o que é que está acontecendo lá. Não teremos controle sobre isso. É mais uma ameaça para nós”, disse ele.

    Sistemas russos de DAM S-400 durante a Parada da Vitória, 9 de maio, 2015
    © AP Photo / Alexander Zemlianichenko, foto de arquivo
    “Depois da retirada unilateral dos Estados Unidos do Tratado ABM, que foi o primeiro passo na direção das tentativas de quebrar o equilíbrio estratégico das forças no mundo, isto, a criação das condições favoráveis à violação do Tratado INF, já será o segundo golpe contra o sistema de segurança internacional”, concluiu líder russo, adicionando que qualquer pessoa de bom senso pode chegar a certas conclusões por base destas suposições.

    Entretanto, apesar destas tentativas de desequilibrar a segurança internacional e dar início a um nova rodada da corrida armamentista, o país não pretende participar nesta, trabalhando tranquilamente na realização dos planos existentes. Porém, avisou que estes planos estarão corrigidos com vistas de bloquear ameaças a segurança da Rússia, que possam surgir.

    Mais:

    Sistema de defesa antimíssil na Romênia aumentará potencial bélico da OTAN
    OTAN lança DAM na Romênia e diz que ‘não quer guerra fria’
    'Sem ilusões': Defesa antimísseis dos EUA é 'contra Rússia'
    Rússia abandona START?
    Tags:
    Tratado ABM, Tratado de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF), potencial nuclear, corrida armamentista, Defesa antimíssil (DAM), segurança, aegis, Guerra Fria, OTAN, Vladimir Putin, Sochi, Europa Oriental, Romênia, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar