22:25 18 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    19219
    Nos siga no

    Em 2016, Portugal, conjunto com o Reino Unido, terá de patrulhar o céu dos países bálticos durante 4 meses, cumprindo uma missão rotativa da OTAN de defender o espaço aéreo na região.

    Portugal assume a missão de polícia aérea já na quarta-feira, na Lituânia, informou o Ministério da Defesa Nacional desse país.

    “As forças aéreas portuguesas participam da missão aérea da OTAN pela terceira vez. O atual contingente dos portugueses será composto de 100 pessoas, incluindo pilotos, mecânicos, médicos, pessoal auxiliar e especialistas de comunicação”, disse a pasta em um comunicado.

    Quatro caças portugueses F-16 Fighting Falcon, que serão baseados na base Siauliai, devem substituir quatro caças espanhóis Eurofigher Typhoon, deslocados desde janeiro.

    Os três estados bálticos: Letônia, Estônia e Lituânia não possuem as suas próprias capacidades de controlo aéreo. Desde 2004, quando eles aderiram à OTAN, a Aliança Atlântica tem defendido o espaço aéreo deles.

    Tags:
    missão, Eurofighter Typhoon, F-16 Fighting Falcon, OTAN, Lituânia, Estônia, Letônia, Grã-Bretanha, Portugal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar