16:00 22 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    Parada da Vitória 2016 (15)
    12283
    Nos siga no

    Uma correspondente da RT passou seis horas dentro da cabine de um Typhoon-K, um veículo blindado avançado russo. De lá, a jornalista observou todo o ensaio de Parada da Vitória em Moscou.

    A correspondente da RT Olga Rafayeva observou o ensaio da Parada de Vitória em Moscou da cabine de um Typhoon-K, da classe MREP (sigla russa de Veículo Blindado Resistente a Minas e Emboscadas).

    Ela lembrou que esta é a terceira vez que o Typhoon-K vai tomar parte na Parada, no próximo 9 de maio, durante a qual os veículos passarão pela Praça Vermelha em honra do 71º aniversário da derrota da Alemanha nazista na Segunda Guerra Mundial.

    Veículos blindados Typhoon-K
    © RT
    Veículos blindados Typhoon-K

    “No desfile deverão participar oito veículos Typhoon-K”, disse Rafayeva.

    O ensaio da Parada da Vitória em Moscou na Praça Vermelha
    © RT
    O ensaio da Parada da Vitória em Moscou na Praça Vermelha

    Verifiquei, por exemplo, que o Typhoon-K durante o ensaio se movia quase como um carro autônomo, disse Rafayeva.

    Typhoon-K, um veículo blindado
    © RT
    Typhoon-K, um veículo blindado

    A multidão de espectadores também chamou sua atenção. Eles se concentravam em todos os lugares disponíveis ao longo do percurso, incluindo as calçadas e os telhados de edifícios de dois ou três andares. Muitas pessoas levantavam as mãos, mas os militares só acenaram em resposta quando passaram os trechos mais fáceis do caminho.

    "Só quando você está na cabine começa a perceber que as horas de ensaio consistem de pausas permanentes. O equipamento militar muitas vezes pára por algumas horas e nem sempre é possível deixar a cabine. Você está sentado em um lugar, /os soldados estão/ tensos, sempre em alerta e sempre prontos para usar um aparelho de radiotelegrafia", disse ela.

    Uma vista da cabine de um veículo blindado Typhoon-K
    © RT
    Uma vista da cabine de um veículo blindado Typhoon-K

    A primeira regra da parada é aprender a esperar, a segunda regra é manter a distância, explica Rafayeva citando os soldados, dizendo que é preciso pelo menos dois dias para aprender o processo.

    A correspondente certamente se divertiu durante o ensaio. Depois dele os soldados, brincando, perguntaram a ela como se se sentia viajando num veículo que custa 47 milhões de rublos e que é muito melhor do que os carros de luxo Maybach ou Bentley.

    "Eu nunca viajei num Maybach ou Bentley, mas eu gostei de estar dentro do Typhoon-K", disse ela.

    Baseado num chassi de KAMAZ, o Typhoon-K é equipado com os sensores avançados que mostram todo o estado do veículo e com um sistema de visão panorâmica. Além disso, é importante notar que a estrutura do Typhoon-K pode resistir a fogo de armas de 30mm.

    Tema:
    Parada da Vitória 2016 (15)

    Mais:

    Ensaios da Parada da Vitória se iniciam nos arredores de Moscou
    Militares russos iniciam preparações para Parada da Vitória
    Tags:
    parada militar, Typhoon, Dia da Vitória, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar