04:20 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Vista através da mira de um fuzil de precisão

    Empresa russa elabora telêmetro que fará franco-atiradores ‘invisíveis’

    © AP Photo / Aleksandr Zemlyanichenko
    Defesa
    URL curta
    13361

    A empresa russa Argus-NV, que desenvolve miras ópticas de visão noturna para armas ligeiras, anunciou que está criando um telêmetro que pretende impedir a detecção da posição do franco-atirador.

    Esta informação foi divulgada à agência de notícias RIA Novosti pelo diretor-geral da companhia, Anton Sofin.

    “Iniciamos o desenvolvimento de telêmetros para uso mais eficiente de aparelhos noturnos e de infravermelho nas horas de escuridão. Irão funcionar em um comprimento de onda que não possibilitará detectar a posição do franco-atirador”, disse.

    Anteriormente a Argus-NV informou que tinha realizado, com êxito, nos polígonos do Ministério da Defesa, os testes de novas miras ópticas de infravermelho para armas ligeiras que podem funcionar durante o dia e a noite em condições meteorológicas duras.

    Segundo Sofin, as principais caraterísticas positivas dos aparelhos da empresa incluem peso e tamanho mínimo, corpo sólido de metal, grande raio de ação, baterias de funcionamento prolongado, manejo simples e cômodo, solidez de funcionamento em armas de grande calibro e em condições meteorológicas difíceis etc.

    Uma das direções principais dos desenvolvimentos da companhia Argus-NV são as assim chamadas tampas infravermelhas fixadas em frente da mira óptica diurna para os fuzis de precisão, libertando o franco-atirador da necessidade de removê-lo da sua arma. 

    A empresa desenvolveu suportes especiais que possibilitam fixação de suas miras e tampas em vários tipos de armas ligeiras, inclusive os fuzis de precisão VSS e SVD, fuzil de assalto Kalashnikov e metralhadora Pecheneg.

    Tags:
    armas, franco-atiradores, exército, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar