06:30 17 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Sistemas russos de DAM S-400 durante a Parada da Vitória, 9 de maio, 2015

    Governo da Rússia atrasa em 1 ano o início do novo programa de rearmamento do país

    © AP Photo/ Alexander Zemlianichenko, foto de arquivo
    Defesa
    URL curta
    292385167

    Por motivos econômicos, o início da implementação do novo programa de rearmamento do exército russo foi transferido de 2016 para 2017, declarou nesta segunda-feira (7) o vice-ministro da Defesa do país, Yuri Borisov.

    "Por decisão do comandante supremo [das Forças Armadas da Rússia – Vladimir Putin] os prazos do novo programa de rearmamento foram transferidos para 2017. O motivo está ligado à difícil situação econômica e financeira que se configurou nos anos 2014 e 2015" – disse Borisov em discurso transmitido pelo canal de televisão russo Rússia24.

    Desde 2008 o governo russo vem promovendo uma ampla reforma militar no país. Seu principal componente, o programa de rearmamento, visa a modernizar 70% dos equipamentos militares da Rússia até 2020, com investimento superando a cifra dos 300 bilhões de dólares.

    Este ano, o presidente Vladimir Putin chegou a declarar que o processo de modernização das Forças Armadas é uma tarefa prioritária para a Rússia. Nas palavras do líder russo, por conta dos riscos à vista, um exército forte e bem armado representa a “garantia de uma vida calma e pacífica para milhões de cidadãos russos”.

    Mais:

    Oeste da Rússia recebe sistemas antiaéreos avançados S-400 Triumph
    Rússia testará 160 modelos diferentes de armas em 2016
    Ministério da Defesa da Rússia reforça Distrito Militar do Sul com novas aeronaves
    Tags:
    programa, rearmamento, Forças Armadas da Rússia, Yuri Borisov, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik