00:57 22 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    O presidente da Rússia, Vladimir Putin

    Putin promete surpreender o mundo com inovações russas em defesa

    © AFP 2017/ ALEXANDER NEMENOV
    Defesa
    URL curta
    3994971103

    O presidente russo, Vladimir Putin, disse nesta terça-feira (14) que a Rússia irá surpreender o mundo com inovações em matéria de defesa e segurança.

    "Qualquer descoberta, realização ou desenvolvimento no âmbito militar, para defesa e segurança, passa para o domínio da produção civil mais cedo ou mais tarde", afirmou o chefe de Estado, falando no fórum juvenil Terra Scientia, na região russa de Vladimir.

    Como exemplo, Putin mencionou as origens da Internet. 

    Ao mesmo tempo, ele disse que a Rússia detém surpresas agradáveis aos parceiros e concorrentes, com inovações no domínio da defesa e da segurança.

    "Não vamos manter segredos para sempre: o que mostraremos vai ser usado de uma forma ou de outra em setores civis", prometeu.

    Rússia vai produzir cápsulas endoscópicas “inteligentes”
    © Foto: Universidade Nacional de Investigação Nuclear MePHI
    O fórum, que acontece entre os dias 13 de julho e 28 de agosto, reúne alguns dos principais cientistas, políticos, funcionários, ativistas sociais, jornalistas e empresários da Rússia. O programa do evento inclui seis sessões temáticas que juntarão cerca de 6 mil pós-graduados, graduados e especialistas com idades entre 18 e 30 anos.  

    Mais:

    Putin: exército forte e bem armado é garantia da soberania da Rússia
    Rússia e Índia ampliam parceria nas áreas de defesa e aeroespacial
    Brasil irá comprar sistemas russos de defesa antiaérea Pantsir na primeira metade de 2016
    Mídia: defesa antimíssil dos EUA será impotente contra nova arma hipersônica da Rússia
    Rússia desenvolve zepelins equipados com radares de mísseis antibalísticos
    Tags:
    tecnologia militar, juventude, fórum, Ciência e Tecnologia, Defesa, Internet, segurança, Terra Scientia, Vladimir Putin, Vladimir, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik