07:19 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Sistemas S-300 de defesa aérea

    Rússia confirma acordo com Irã sobre mísseis S-300

    © AP Photo / Ivan Sekretarev
    Defesa
    URL curta
    0 323

    A Rússia confirmou nesta terça-feira (29) sua decisão de enviar ao Irã os sistemas de defesa aérea S-300 solicitados, conforme anunciado ontem pelo vice-chanceler iraniano Hossein Amir Abdollahian. No entanto, as autoridades russas informaram que ainda não há uma data prevista para a entrega, que pode levar um certo tempo para ser feita.

    “A decisão de entregar os S-300 ao Irã foi tomada, mas a concretização do projeto vai levar algum tempo”, explicou Yevgeny Lukyanov, vice-diretor do Conselho de Segurança da Rússia. “No meu entendimento, o momento da entrega ainda não é este”, acrescentou. 

    As conversas sobre o controverso acordo, suspenso em 2010 e retomado apenas no mês passado, foram supostamente encerradas na última segunda-feira. Embora Teerã já tenha considerado a negociação um grande sucesso, fontes ligadas ao governo russo afirmam que ainda há detalhes sendo finalizados. 

    Em abril, a despeito da preocupação demonstrada por EUA e Israel, o presidente Vladimir Putin aproveitou o acordo firmado entre o Irã e o grupo do P5+1, sobre o programa nuclear iraniano, para revogar o embargo imposto há cinco anos sobre o contrato dos S-300, alegando que Teerã estava demonstrando grande flexibilidade e interesse em assumir um compromisso sério com as autoridades internacionais. Para o governo russo, no atual cenário, não há mais motivos para manter as sanções de 2010 do Conselho de Segurança da ONU, que proibiram a venda de equipamentos militares para o Irã. 

     

    Mais:

    Lavrov: fornecimento de sistemas S-300 ao Irã não foi erro político
    Kerry: EUA não consideram ilegal o repasse pela Rússia de sistemas S-300 para o Irã
    Força Aérea israelense se une aos gregos para treinar contra sistemas S-300
    Grupo P5+1 discute venda russa de sistemas S-300 ao Irã
    Tags:
    programa nuclear iraniano, S-300, ONU, Conselho de Segurança da ONU, P5+1, Hossein Amir-Abdollahian, Yevgeny Lukyanov, Vladimir Putin, EUA, Israel, Moscou, Teerã, Irã, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik