13:42 19 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Soldados americanos perto de um sistema antimísseis Patriot em Sochaczew, perto de Varsóvia, Polônia

    OTAN lembra Kiev que escudo antimísseis é só para seus países membros

    © REUTERS / Franciszek Mazur/Agência Gazeta
    Defesa
    URL curta
    Ucrânia: campo de batalha (285)
    3213

    A OTAN não comenta as declarações de Kiev sobre a possibilidade de posicionar, em seu território, componentes do escudo antimísseis da Aliança e lembra que o sistema defensivo está projetado para defender apenas os Estados membros, informou à Sputnik um representante do bloco.

    "Recomendaria ajudar as autoridades ucranianas a obter comentários sobre essa questão. A OTAN se responsabiliza a proteger seus próprios países membros contra ameaças de mísseis", afirmou.

    Ao mesmo tempo, o representante da Aliança lembrou que, durante reunião recente em Antalya, na Turquia, chanceleres da OTAN reafirmaram seu compromisso de apoiar a soberania e a integridade territorial da Ucrânia, assim como o direito de Kiev de tomar decisões independentes sobre sua política externa.

    Anteriormente, o secretário do Conselho de Seguraça e Defesa Nacional da Ucrânia, Aleksandr Turchinov, informou não descartar que Kiev faça pedidos para colocar em seu território sistemas antimísseis da OTAN.

    o ex-secretário geral da OTAN, Anders Fogh Rasmussen, lembrou, por sua vez, que para ser admitida na Aliança Atlântica a Ucrânia precisará cumprir alguns critérios — o que leva tempo. Além disso, recordou que a OTAN não admite países que possuem disputas territoriais. A Ucrânia não reconhece a separação da Crimeia e sua posterior reunificação com a Rússia por crer tratar-se de um "território ocupado".

    Especialistas afirmam que a Ucrânia não fará parte da OTAN pelo menos pelos próximos 20 anos.

    Tema:
    Ucrânia: campo de batalha (285)

    Mais:

    Ucrânia recomeça hostilidades para minar nova rodada de negociações em Minsk?
    Parlamento da Ucrânia autoriza o calote da dívida externa do país
    EUA querem ter mais influência sobre a mediação do conflito na Ucrânia
    Mídia: Ucrânia está em choque com o aumento das tarifas
    OTAN exorta Ucrânia a cumprir Acordos de Minsk
    Tags:
    sistema de mísseis, OTAN, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar