12:56 22 Novembro 2017
Ouvir Rádio
    Soldados da Polônia e dos Estados Unidos em exercícios militares conjuntos

    Pentágono se recusa a dar informações sobre sistema defeituoso que custou US$ 40 bilhões

    © AP Photo/ Czarek Sokolowski
    Defesa
    URL curta
    13401438

    O Departamento de Defesa tenta manter em segredo os arquivos de bônus e incentivos que pagou a empresas particulares que entregaram um sistema balístico antiaéreo que custou US$ 40 bilhões e cujo desempenho vem sendo classificado como “irregular na melhor das hipóteses.”

    Em janeiro, o jornal Los Angeles Times pediu a juiz federal que ordenasse ao Pentágono a divulgação de informações sobre o sistema “Ground-based Midcourse Defense” (GMD). O Pentágono respondeu na última sexta-feira, alegando que os arquivos não estão sujeitos ao Ato de Livre Informação (Freedom of Information Act, em inglês) e pedindo ao juiz que dispensasse o caso.

    Em documentos obtidos pelo Courthouse News, o Pentágono classificou o pedido do Los Angeles Times como “defeituoso” e afirmou que o jornal não havia “esgotado seus recursos administrativos.”

    Enquanto o governo americano pode acreditar que está guardando informações delicadas sobre sigilo comercial, a exceção que o Pentágono cita em sua defesa não se aplica a informações criadas por agências de governo, afirma um especialista jurídico.

    Peter Scheer, advogado e jornalista que dirige a First Amendment Coalition, afirma que o Pentágono cita uma exceção que se aplica apenas a informações geradas por terceiros particulares. “Para mim, a posição do governo é muito fraca”, disse Scheer em uma entrevista ao Courthouse News.

    A petição do Los Angeles Times, baseada no Ato de Livre Informação, pede registros financeiros de 31 de dezembro de 2001 até 1º de março de 2014. O público tem o direito de saber o quanto foi pago em bônus e incentivos por causa das “assustadoras somas gastas” no sistema, afirma o jornal.

    Em sua cobertura, o Los Angeles Times afirmou que o sistema falhou em oito de 17 testes. Nos quatro testes de interceptação entre janeiro de 2010 e junho de 2014, o sistema falhou em três.

    Mais:

    Ministério da Defesa russo mostra novo tanque Armata
    Compra do sistema de defesa aérea Pantsir pode ser concluída na visita de Dilma à Rússia
    Marinha da Índia lança primeiro destróier com tecnologia stealth
    Rússia desloca mísseis S-400 para o leste da Sibéria
    Tags:
    falha, sistema de defesa antiaérea, teste, Los Angeles Times, Pentágono, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik