08:55 18 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Soldados russos montam guarda ao lado de um sistema de defesa antiaérea S-400 Triumf

    Rússia desloca mísseis S-400 para o leste da Sibéria

    © AFP 2018 / KIRILL KUDRYAVTSEV
    Defesa
    URL curta
    0 663

    Um novo grupo de lançadores de mísseis antiaéreos S-400 Triumf chegou à península russa de Kamchatka, no Extremo Oriente do país, segundo anunciou nesta segunda-feira (20) a Frota do Pacífico da Marinha da Rússia.

    "Os sistemas S-400 chegaram por mar à cidade de Petropavlovsk-Kamchatsky", informou em comunicado o serviço de imprensa da Frota, acrescentando que este é a segunda de um total de cinco remessas nas quais os lançadores de mísseis serão deslocados do polígono de Kapustin Yar (situado na região de Astrakhan, perto do Mar Cáspio) até Kamchatka. 

    As unidades do Distrito Militar Leste da Rússia estacionadas na península receberão mais de vinte sistemas de defesa S-400, com o objetivo de proteger de forma mais eficaz algumas instalações no Pacífico, particularmente, as bases de submarinos nucleares no porto de Viliuchinsk.

    Os S-400 Triumf (SA-21 Growler na classificação da OTAN) são capazes de abater alvos aéreos de tecnologia stealth, mísseis de cruzeiro de tamanho pequeno e novos mísseis balísticos táticos e tático-operacionais. O Triumf está em serviço operacional do Exército russo desde 2007, tem um alcance de 400 km e pode destruir alvos em altitudes de até 60 km. Por seu alto desempenho, o sistema pertence à geração 4+, sendo duas vezes mais eficaz do que seus antecessores.


    Mais:

    Premiê de Israel critica entrega de mísseis S-300 russos ao Irã
    China é o primeiro país a comprar os novos mísseis russos S-400
    Rússia e Irã ampliam cooperação na área da defesa
    Rússia pode fornecer ao Brasil sistema de defesa para as Olimpíadas-2016
    Tags:
    sistema de defesa antiaérea, Triumf, S-400, Frota do Pacífico, Distrito Militar do Leste, Extremo Oriente, Astrakhan, Petropavlovsk-Kamchatsky, Kamchatka, Pacífico, Sibéria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik