14:11 19 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Sistema de mísseis S-300

    Rússia revoga suspensão de venda de S-300 ao Irã

    © Sputnik / Pavel Lisitsyn
    Defesa
    URL curta
    0 454

    O chanceler da Rússia, Sergei Lavrov, irá em breve comentar a decisão do presidente Vladimir Putin de revogar a proibição da venda dos mísseis S-300 ao Irã.

    Nesta segunda-feira (13) o presidente russo assinou o decreto que revoga a proibição dos sistemas de lançamento de mísseis S-300 ao Irã.

    "O decreto revoga a proibição de deslocamento no território da Federação da Rússia (inclusive por transporte aéreo), saída do território da Federação da Rússia à República Islâmica do Irã e também transferência à República Islâmica do Irã fora dos limites da Federação da Rússia com o uso de naves marítimas e aéreas portando bandeira de Estado da Federação da Rússia de sistemas de lançamento de mísseis S-300", reza o comunicado oficial.

    Uma fonte no Ministério das Relações Exteriores da rússia informou que o ministro Sergei Lavrov irá comentar em breve esta revogação.

    O contrato que previa o fornecimento de 40 sistemas S-300, do valor aproximado de 800 milhões de dólares, foi assinado pela Rússia em 2007. Mas as sanções impostas contra o Irã em 2010 provocaram a suspensão do contrato.

    De acordo com Hassan Hanizadeh, cientista político e redator-chefe da agência noticiosa iraniana Mehr, comenta que este decreto caracteriza a parte russa como parceiro seguro:

    "O decreto de Vladimir Putin foi muito aplaudido no Irã. Este passo demonstra a independência da Federação da Rússia na tomada de decisões políticas e demonstra também que Moscou cumpre as obrigações que assumiu, o que a carateriza como um parceiro fiel e seguro".

    Para Hanizadeh, trata-se de "uma nova página na cooperação russo-iraniana na área da defesa".

    Hossein Sheikholeslam, conselheiro do parlamento iraniano para Assuntos Internacionais, também acredita que a revogação da suspensão de entrega dos S-300 significa maior parceria entre Rússia e Irã que tem como finalidade a estabilização regional:

    "Hoje é um dia realmente destacado nas relações russo-iranianas. Não é nenhum segredo que o subconsciente do povo iraniano estava preocupado especialmente pela suspensão do fornecimento dos S-300. Muitos desistiram de acreditar que a Rússia era confiável. Portanto, hoje apraz-me muito saber que a Rússia decidiu: a gente deve cumprir a promessa e cumprir as condições do contrato. A Rússia é confiável de verdade. Agora, os norte-americanos e os seus aliados não irão poder prejudicar o equilíbrio regional e ditar as suas condições da posição da força".

    Tags:
    armamentos, Sergei Lavrov, Vladimir Putin, Irã, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik