09:56 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Cultura
    URL curta
    0 80
    Nos siga no

    A Academia Real das Ciências da Suécia atribuiu nesta quinta-feira (7) o Prêmio Nobel de Literatura de 2021 ao novelista da Tanzânia Abdulrazak Gurnah "por seu entendimento intransigente e compassivo dos efeitos do colonialismo e do destino dos refugiados no abismo entre culturas e continentes".

    Abdulrazak Gurnah nasceu em 1948 e cresceu na ilha de Zanzibar (Tanzânia). Ele chegou ao Reino Unido como refugiado no final dos anos 1960.

    Gurnah começou a escrever quando tinha 21 anos. Ele publicou dez novelas e vários contos. O tema da interrupção da vida dos refugiados atravessa todas suas obras, conforme o comunicado de imprensa.

    O foco no tratamento da experiência dos refugiados nas obras de Abdulrazak Gurnah está na identidade e autoimagem. As personagens do escritor estão em um hiato entre culturas e continentes, entre uma vida que existiu e uma vida que surge, diz o comunicado.

    ​Notícias urgentes: O Prêmio Nobel de Literatura de 2021 é atribuído ao novelista Abdulrazak Gurnah "por seu entendimento intransigente e compassivo dos efeitos do colonialismo e do destino dos refugiados no abismo entre culturas e continentes".

    O presidente do Comitê Nobel de Literatura, Anders Olsson, escreveu que a dedicação à verdade e aversão à simplificação de Gurnah são impressionantes. Suas novelas não têm descrições estereotipadas e abrem nosso olhar para uma África Oriental culturalmente diversificada.

    No ano passado, a poetisa norte-americana Louise Gluck recebeu o Prêmio Nobel de Literatura "por sua inconfundível voz poética que com beleza austera torna universal a existência individual".

    Conforme a vontade de Alfred Nobel (1833-1896), o prêmio nesta área deve ser atribuído ao autor da "melhor obra literária de orientação idealista".

    Mais:

    Dois cientistas recebem Nobel de Química de 2021 por 'desenvolvimento de organocatálise assimétrica'
    Rara espada da Idade de Bronze é encontrada em antigo depósito de armas na Finlândia (FOTO)
    Pequeno crustáceo com 3 olhos é encontrado nos EUA após estação de monções (FOTO)
    É descoberto animal de 390 milhões de anos com sistema de visão de 200 miniolhos (FOTO)
    Tags:
    literatura, novela, Tanzânia, Reino Unido, Prêmio Nobel, refugiados
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar