09:59 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Cultura
    URL curta
    Por
    0 136
    Nos siga no

    Um busto do escritor Paulo Coelho é a nova atração do Palácio dos Anjos, espaço cultural em Oeiras, na região metropolitana de Lisboa. A escultura foi inaugurada nesta segunda-feira (9), com a presença de autoridades locais.

    Batizado de "Paulo Coelho - a luz da bondade", o busto é todo feito em bronze, pesa cerca de 25 quilos e mede 60 centímetros de comprimento. O autor da peça é o pintor e escultor russo Gregory Pototsky, que possui 150 trabalhos espalhados pelo mundo. O artista é reconhecido pelos monumentos "Dandelion - símbolo da bondade", instalados em vários países, além de eternizar personalidades como o astronauta Yuri Gagarin, Madre Teresa de Calcutá e outros astros da literatura, como Liev Tolstói e Hans Christian Andersen.

    Busto em bronze do escritor brasileiro Paulo Coelho, inaugurado em Oeiras, Portugal
    © Foto / Arquivo pessoal / Gregory Pototsky
    Busto em bronze que homenageia o escritor brasileiro Paulo Coelho, inaugurado em Oeiras, Portugal

    Embora visível para o público só agora, a peça já existe há quase 13 anos. Pototsky criou o busto em 2007, depois de conhecer Paulo Coelho em Moscou. "Nos conhecemos em um evento de apresentação de um livro dele. Depois jantamos juntos e ele foi visitar minha oficina. Conversamos por duas ou três horas. Como sou presidente da Academia Internacional da Bondade e percebi logo que era uma pessoa com muita luz e bondade, decidi fazer um busto dele", conta o escultor à Sputnik Brasil.

    Pototsky e Paulo Coelho se encontraram, ao todo, três vezes em 2007. A última vez foi na casa do escritor, em Paris, quando o escultor já presenteou Coelho com um busto, que diz estar lá até hoje. A segunda peça estava guardada até então no atelier em Moscou.

    A iniciativa de instalar a peça em Oeiras foi uma decisão em conjunto com a Associação Chance +, entidade sediada na cidade portuguesa, que fomenta a cultura russa e dos países do leste europeu.

    "Oeiras é uma cidade muito cultural e próxima de Lisboa. A nossa Associação já trabalha há sete anos lá, além de ser uma zona turística. Procuramos a prefeitura e eles adoraram a ideia. Rapidamente tivemos propostas de locais para a instalação. Ainda por cima, o Palácio dos Anjos funciona como galeria para exposições de vários artistas do mundo, e agora temos no jardim um busto de Paulo Coelho", diz à Sputnik Brasil Janna Cuceva, membro da direção da Associação Chance +.

    Foi Janna quem trouxe a peça de Moscou para Portugal, dentro de uma mala, o que gerou um momento engraçado. "Quando passou pelo raio x, o agente perguntou 'é Lenin?'. Porque geralmente o que se leva da Rússia é algo relacionado a Lenin. Eu disse que era Paulo Coelho, ele estranhou", conta, rindo, a diretora.

    Ao centro, Gregory Pototsky, com Paulo Coelho e a esposa do escritor, em Moscou, quando se conheceram
    © Foto / Arquivo pessoal / Gregory Pototsky
    Ao centro, Gregory Pototsky, com Paulo Coelho e a esposa do escritor, em Moscou, quando se conheceram

    O busto pode ser visitado gratuitamente no jardim do Palácio dos Anjos, de terça a sexta-feira, das 10 horas da manhã às 6 da tarde.

    Mais:

    Paulo Coelho: Bolívia está na 'mira de rifles de uma elite inescrupulosa e sem vergonha'
    Símbolo cultural português, bacalhau movimenta economia e vai ganhar museu em Lisboa
    Regina Duarte ganha #ForaRegina antes mesmo de assumir Secretaria da Cultura
    STJ libera nomeação de jornalista que disse que escravidão 'foi benéfica para descendentes'
    Tags:
    cultura russa, Paulo Coelho, arte, literatura
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar